Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.056,75
    -750,29 (-1,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

China lançará constelação de satélites para monitorar desastres naturais

·1 minuto de leitura

Nesta semana, a China iniciou seu mais novo projeto de construção de uma constelação de 36 satélites na baixa órbita terrestre para monitorar e auxiliar as previsões de desastres naturais, além de emergências urbanas.

A notícia foi divulgada pela empresa idealizadora do projeto, a Tianjin Satcom Geohe Technologies Co., no centro de lançamentos de espaçonaves da China, em Wenchang. Segundo o presidente de tecnologia da Tianjin, Guo Jianqiang, o primeiro satélite será lançado ao espaço em junho do próximo ano.

(Imagem: Reprodução/NASA)
(Imagem: Reprodução/NASA)

Até o fim de 2023, todos os 36 satélites da constelação de monitoramento estarão em órbita. A nova rede registrará imagens de alta resolução para auxiliar os centros de controle terrestres a identificar deformações geológicas em níveis milimétricos. O objetivo é avaliar com maior precisão as possibilidades de desastres naturais como deslizamentos de terra, afundamento ou colapso.

De acordo com Guo, os dados obtidos a partir da rede de satélites, combinados aos levantamentos geológicos e informações coletadas por sensores em áreas de risco, podem melhorar de maneira significativa as previsões de desastres naturais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos