Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.206,86
    +454,23 (+0,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

China já vacinou totalmente um bilhão de pessoas contra a covid-19

·1 minuto de leitura

A China, país onde começou a pandemia da covid-19, acaba bater a marca de um bilhão de pessoas completamente vacinadas contra a doença. O número representa 71% de toda a população, que recebeu cerca de 2,16 bilhões de doses.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (15) pelo porta-voz da National Health Comission (NHC), Mi Feng. Somente no mês passado, cerca de 890 milhões de pessoas foram totalmente vacinadas na China, e a previsão até o final do ano é que 80% da população já esteja imunizada com as duas doses, fazendo com que o país atinja a imunidade de rebanho.

<em>Imagem: Reprodução/FabrikaPhoto/Envato Elements</em>
Imagem: Reprodução/FabrikaPhoto/Envato Elements

Apesar dos números positivos, a China está enfrentando um surto da variante Delta na província de Fujian, no sudeste no país. Cerca de 200 pessoas já foram infectadas com a cepa em três cidades, sendo dezenas delas ainda crianças. A variante já chegou nas salas de aula, sendo a maior transmissão escolar que já aconteceu desde o começo da pandemia.

Crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos já começaram a se vacinar, mas os menores ainda não receberam nenhuma dose. As vacinas disponíveis na China contam com cerca de 60% de eficácia contra a variante Delta, com os anticorpos aumentando com uma dose e reforço. O país também está em processo de desenvolvimento de sua própria vacina de mRNA.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos