Mercado fechará em 3 h 5 min
  • BOVESPA

    111.570,84
    -2.223,44 (-1,95%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.578,25
    -614,08 (-1,18%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,11
    -0,50 (-0,69%)
     
  • OURO

    1.753,10
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    47.671,42
    -321,87 (-0,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.210,17
    -15,36 (-1,25%)
     
  • S&P500

    4.446,85
    -26,90 (-0,60%)
     
  • DOW JONES

    34.642,94
    -108,38 (-0,31%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1927
    +0,0079 (+0,13%)
     

China já começou a trabalhar em automóveis movidos a hidrogênio

·2 minuto de leitura

A China será um país de destaque na eletrificação dos automóveis e não há dúvidas quanto a isso. O gigante asiático, porém, também trabalha em outras frentes para diminuir o nível de emissão de gases na atmosfera. A Haima Motor, por exemplo, está em testes avançados de um carro movido a hidrogênio e que pode ser popularizado em alguns anos.

Segundo o portal It Home, o carro teve seu primeiro protótipo concluído há algumas semanas e ele traz uma tecnologia mais avançada quando pensamos em células de combustível a hidrogênio. A montadora está no que é chamado de terceira geração do propulsor, que promete ter acionamento elétrico mais eficiente e catalisadores com mais durabilidade.

O projeto do automóvel, que ainda tem seu tamanho e especificações técnicas guardadas a sete chaves, é feito por meio de uma parceria da Haima com a Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China, que, entre outras coisas, facilita o acesso da montadora à estação de hidrogenação de alta pressão na província de Hainan, que ficará totalmente pronta em outubro.

O Haima S5 foi um dos modelos da empresa que quase vieram ao Brasil (Imagem: Reprodução/Twitter/Haima Motors)
O Haima S5 foi um dos modelos da empresa que quase vieram ao Brasil (Imagem: Reprodução/Twitter/Haima Motors)

Ainda segundo o portal, parte do projeto da montadora chinesa prevê a construção de estações de hidrogênio em grande escala em algumas regiões da província, que incluem as regiões de Qionghai, no leste; Danzhou, no oeste; Sanya, no sul; Haikou, no norte; e Qiongzhong, no meio da Ilha. A estimativa da marca é fabricar 2 mil unidades do carro a hidrogênio em 2025, mesmo ano em que eles entram em operação no país.

Embora famosa na China, sobretudo depois da parceria com a japonesa Mazda, a Haima Motors não vende automóveis oficialmente no Brasil desde 2016, quando deixou de trazer alguns modelos elétricos para o nosso mercado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos