Mercado fechado

China não faz concessões suficientes aos EUA para avançar nas negociações comerciais, diz Trump

El presidente de Estados Unidos, Donald Trump, durante un recorrido por las instalaciones de fabricación de computadoras para Apple de Flextronics, en Austin, Texas, el 20 de noviembre de 2019.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira que Pequim até agora não fez concessões suficientes nas negociações comerciais bilaterais, e por isso hesita em fechar um acordo.

"Eu posso lhe dizer isso. A China preferia mais fazer um acordo comercial do que eu", disse a repórteres enquanto visitava uma instalação que produz computadores para a Apple.

"Eu não acho que eles estão subindo ao nível que eu quero".

Wall Street recuou ainda mais de seus máximos históricos nesta quarta-feira, devido ao pessimismo entre os investidores sobre as chances de um acordo acabar com a disputa comercial.

Em 11 de outubro, Trump anunciou um acordo de "primeira fase" que resolve importantes queixas americanas sobre práticas comerciais e cambiais chinesas.

Mais de um mês depois, porém, os dois lados não parecem mais perto de finalizar o texto de qualquer acordo.

A China insistiu em uma reversão das tarifas existentes, com a qual Trump disse que não concordou. As autoridades americanas querem grandes compras de exportações agrícolas dos EUA, o que pode ser impraticável para Pequim.