Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.634,07
    +1.171,34 (+3,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

China entra oficialmente na corrida pela colonização do planeta Marte

·1 minuto de leitura
China entra oficialmente na corrida pela colonização do planeta Marte
China entra oficialmente na corrida pela colonização do planeta Marte

A Academia de Tecnologia de Veículos de Lançamento da China, anunciou esta semana que pretende enviar a primeira missão tripulada a Marte em 2033, que logo vai ser seguida por voos frequentes. As missões fazem parte de um plano de longo prazo para construir uma base habitada permanente no planeta vermelho.

O plano ambicioso vai intensificar a corrida com os Estados Unidos por estabelecer a presença humana no nosso vizinho.

Em meados de maio a China chegou ao planeta com o jipe robótico Zhurong, e já planejou 4 lançamentos tripulados rumo a Marte entre 2033 e 2041.

Mas antes disso, deve enviar novos robôs a Marte para estudar possíveis locais para a base e para desenvolver sistemas de extração de recursos.

Já no início da década de 2040, o país espera estabelecer uma frota de carga Terra-Marte em grande escala.

A dedicação que os chineses têm mostrado em recentes conquistas espaciais como a construção de um laboratório em órbita da Terra é um forte indicativo que os planos são sérios. Vamos acompanhar!

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos