Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.091,08
    -116,88 (-0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.908,18
    -121,36 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,61
    +0,49 (+0,68%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    39.771,07
    -490,45 (-1,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    986,47
    -24,14 (-2,39%)
     
  • S&P500

    4.246,59
    -8,56 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    34.299,33
    -94,42 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.377,43
    -63,87 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    14.042,25
    +12,00 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1124
    -0,0055 (-0,09%)
     

China distribui R$ 32 milhões em yuan digital de graça em Pequim

·3 minuto de leitura

Continuando com sua fase de testes de moeda digital do banco central (CBDC), a China está distribuindo cerca de R$ 32,3 milhões em yuan digital para residentes de Pequim através de uma loteria.

Os residentes da cidade podem se inscrever para os 40 milhões em renminbi (moeda oficial do país) por meio de aplicativos bancários, de acordo com o Departamento de Administração e Supervisão Financeira Local de Pequim.

Os candidatos podem receber um dos 200.000 “pacotes vermelhos”, como são chamados os ‘airdrops’ de 200 renminbis cada. Os vencedores podem gastar a moeda digital com comerciantes selecionados.

Esta loteria é outro teste para o yuan digital, no entanto, a China ainda não iniciou uma distribuição nacional da nova moeda.

Trajetória do yuan digital

Embora o desenvolvimento de seu CBDC tenha começado em 2014, os testes com o yuan digital estão em andamento desde o ano passado. Em outras cidades, como o centro de tecnologia chinês de Shenzhen, foram realizadas suas próprias loterias no ano passado. Além disso, a cidade de Chengdu, no sudoeste da China, distribuiu o CBDC no valor de 40,2 milhões de yuans no início deste ano.

O vice-governador do Banco Popular da China (PBoC), Li Bo, disse pretender expandir o escopo dos projetos-piloto. Ele até afirmou que o BC chinês pode permitir que visitantes estrangeiros utilizem a moeda digital nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim em 2022. Li ainda enfatizou que o yuan digital era destinado para uso doméstico, portanto não seria uma tentativa de desafiar o domínio do dólar americano:

“Para a internacionalização do renminbi, dissemos muitas vezes que é um processo natural e nosso objetivo não é substituir (o) dólar americano ou qualquer outra moeda internacional. Acredito que nosso objetivo é permitir que o mercado escolha e facilite o comércio e os investimentos internacionais”, disse Li.

Apesar desta declaração, os analistas ocidentais ainda estão cautelosos. No início deste ano, veio à tona relatado que o novo governo Biden estava de olho no desenvolvimento do yuan digital.

As autoridades dos EUA estavam preocupadas com o método de distribuição e o uso da moeda como uma ferramenta para contornar as sanções. Embora muitos estejam descartando o potencial imediato do yuan digital para desbancar o dólar, as autoridades dos EUA ainda estão preocupadas que isso possa afetar a posição do dólar no longo prazo.

Repressão a criptomoedas

Enquanto isso, à medida que a China continua o desenvolvimento com sua própria moeda digital, o país tem bloqueado a proliferação de criptomoedas dentro de suas fronteiras.

Embora as exchanges locais tenham sido proibidas em 2017, no mês passado, os bancos e empresas de pagamento online foram proibidos de oferecer aos seus clientes quaisquer serviços que envolvam esses ativos.

No entanto, dada a natureza sem fronteiras descentralizada das criptomoedas, isso tem se mostrado difícil de se aplicar. Os entusiastas cripto chineses continuam a negociar usando plataformas de balcão (OTC) e exchanges descentralizadas (DEX).

O artigo China distribui R$ 32 milhões em yuan digital de graça em Pequim foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.