Mercado fechará em 5 h 12 min
  • BOVESPA

    97.471,51
    -1.070,45 (-1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.585,11
    +60,66 (+0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,30
    +1,54 (+1,46%)
     
  • OURO

    1.800,70
    -6,60 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    19.381,73
    +367,97 (+1,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    416,11
    -4,03 (-0,96%)
     
  • S&P500

    3.768,51
    -16,87 (-0,45%)
     
  • DOW JONES

    30.611,02
    -164,41 (-0,53%)
     
  • FTSE

    7.143,67
    -25,61 (-0,36%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.414,00
    -115,50 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5333
    +0,0277 (+0,50%)
     

China discretamente aumenta compras de petróleo russo de baixo preço

Unidade de produção na Rússia

Por Chen Aizhu e Florence Tan

CINGAPURA (Reuters) - A China está discretamente aumentando as compras de petróleo da Rússia a preços baixos, de acordo com dados de embarque e comerciantes que conversaram com a Reuters, preenchendo o vácuo deixado por compradores ocidentais que se afastam dos negócios com russos após a invasão da Ucrânia em fevereiro.

O movimento do maior importador de petróleo do mundo ocorre um mês depois de ter, inicialmente, cortado os suprimentos russos, por medo de parecer apoiar abertamente Moscou e potencialmente expor suas gigantes petrolíferas estatais a sanções.

As importações marítimas de petróleo russo da China saltarão para um quase recorde de 1,1 milhão de barris por dia (bpd) em maio, acima dos 750 mil bpd no primeiro trimestre e 800 mil bpd em 2021, de acordo com uma estimativa da Vortexa Analytics.

A Unipec, braço comercial da maior refinaria da Ásia Sinopec Corp , está liderando as compras, juntamente com a Zhenhua Oil, uma unidade do conglomerado de defesa da China Norinco, de acordo com dados de navegação, um relatório de um corretor de navios visto pela Reuters e cinco comerciantes.

A Livna Shipping Ltd, uma empresa registrada em Hong Kong, também emergiu recentemente como uma grande embarcadora de petróleo russo para a China, disseram os traders.

A Sinopec recusou-se a comentar. Zhenhua e Livna não responderam aos pedidos de comentários.

Os Estados Unidos, o Reino Unido e alguns outros importantes compradores de petróleo proibiram as importações de petróleo russo logo após a invasão. A União Europeia está finalizando uma nova rodada de sanções, incluindo a proibição de compras de petróleo russo. Muitas refinarias europeias já pararam de comprar da Rússia por medo de entrar em conflito com sanções ou atrair publicidade negativa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos