Mercado abrirá em 6 h 4 min
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,97
    +0,57 (+0,51%)
     
  • OURO

    1.808,50
    -10,40 (-0,57%)
     
  • BTC-USD

    29.815,23
    -658,21 (-2,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    669,89
    +427,22 (+176,04%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.518,35
    +53,55 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.597,63
    -4,89 (-0,02%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    12.514,00
    -46,25 (-0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1979
    -0,0125 (-0,24%)
     

China deve reduzir taxas referencial de empréstimo após corte de compulsório, mostra pesquisa Reuters

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Homem caminha de máscara em frente ao banco central da China, em Pequim
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

XANGAI (Reuters) - As taxas de empréstimo de referência para os bancos comerciais da China provavelmente serão reduzidas em uma fixação mensal na quarta-feira, mostrou pesquisa da Reuters, conforme Pequim cautelosamente afrouxa as condições monetárias para ajudar a economia, afetada por lockdowns de combate ao coronavírus em várias cidades.

A taxa primária de empréstimos (LPR, na sigla em inglês), que os bancos normalmente cobram de seus melhores clientes, é definida no dia 20 de cada mês, quando 18 bancos comerciais designados apresentam suas propostas de juros ao Banco do Povo da China.

A grande maioria dos 28 operadores e analistas consultados em pesquisa da Reuters desta terça-feira espera uma redução neste mês.

Entre eles, 11, ou 39% de todos os entrevistados, previram corte marginal de 5 pontos-base na LPR de um ano e na LPR de cinco anos na quarta-feira. Outros seis participantes também esperam uma redução de 5 a 10 pontos em ambas as taxas.

Os 11 entrevistados restantes esperam que ambas as taxas fiquem inalteradas neste mês.

A maioria dos empréstimos novos e pendentes na China se baseia na LPR de um ano, que atualmente é de 3,7%. A taxa de cinco anos, que influencia o preço das hipotecas residenciais, é de 4,6%.

(Por Li Hongwei e Andrew Galbraith)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos