Mercado abrirá em 9 h 7 min
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,35 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,07
    +0,43 (+0,60%)
     
  • OURO

    1.775,30
    +6,30 (+0,36%)
     
  • BTC-USD

    34.706,50
    -976,73 (-2,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    861,04
    -78,91 (-8,39%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,32 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.407,07
    -394,20 (-1,37%)
     
  • NIKKEI

    27.826,73
    -1.137,35 (-3,93%)
     
  • NASDAQ

    13.997,75
    -37,25 (-0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9997
    -0,0364 (-0,60%)
     

China deve enviar 3 astronautas à sua nova estação espacial em junho deste ano

·2 minuto de leitura

No último final de semana, a China enviou a unidade de carga Tianhzhou-2 em direção ao módulo principal da sua nova Estação Espacial Chinesa (CCS). A bordo da nave de carga, havia combustível, suprimentos e equipamentos. Isso porque, já agora em junho deste ano, a China enviará para lá seus três primeiros tripulantes para uma missão de três meses a bordo do módulo principal da CCS.

Lançado em 28 de abril deste ano, o módulo central, chamado Tianhe, é a parte principal da futura estação chinesa, a qual, segundo o país, estará finalizada até 2022. Mas, até lá, a China deve realizar uma série de outras missões para concluir a montagem. A informação sobre a missão tripulada de junho veio do vice-projetista do programa espacial chinês, Yang Liwei, em entrevista à China Central Television.

Nave de carga Tianzhou-2 se aproximando do módulo central Tianhe (Imagem: Reprodução/CCTV)
Nave de carga Tianzhou-2 se aproximando do módulo central Tianhe (Imagem: Reprodução/CCTV)

Os tripulantes serão enviados através da cápsula Shenzhou 12, que será lançada a partir de Jiuquan, a noroeste da China. Ao longo de três meses, eles praticarão caminhas espaciais e também conduzirão manutenções técnicas, assim como algumas operações científicas. No entanto, Liwei não revelou informações adicionais, como o nome dos astronautas, por exemplo, ou a data do lançamento, dizendo apenas que os astronautas virão dos dois primeiros grupos do programa espacial chinês.

A nave de carga Tianzhou-2 chegou com 6,8 toneladas ao módulo Tianhe no domingo (30), carga que incluiu trajes espaciais, alimentos e equipamentos para os astronautas, além de combustível para a estação. A agência espacial chinesa ainda planeja mais 11 lançamentos até o fim do próximo ano para enviar mais dois módulos da futura estação orbital.

Representação artística da futura Estação Espacial Chinesa quando completa. O item 1 é o módulo central Tianhe, que já está em órbita (Imagem:Captura de Tela/ChinaPower)
Representação artística da futura Estação Espacial Chinesa quando completa. O item 1 é o módulo central Tianhe, que já está em órbita (Imagem:Captura de Tela/ChinaPower)

A China já levou 11 taikonautas ao espaço, incluindo o próprio Yang Liwei, em 2003, e a primeira mulher do país, Liu Yang, em 2012. Vale lembrar que, no início deste mês, o país pousou seu rover Zhurong em Marte, tornando-se o primeiro veículo robótico chinês a pousar em outro planeta, fazendo da China a segunda nação a conquistar este feito.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos