Mercado abrirá em 5 h 16 min
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,27
    +0,01 (+0,01%)
     
  • OURO

    1.812,00
    -10,20 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    38.620,15
    -1.518,20 (-3,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    937,78
    -23,12 (-2,41%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.101,81
    +20,09 (+0,28%)
     
  • HANG SENG

    26.134,41
    -101,39 (-0,39%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    14.985,50
    +32,75 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1192
    -0,0249 (-0,41%)
     

China desenvolve aeronave que viaja o mundo em tempo recorde

·2 minuto de leitura
China desenvolve aeronave que viaja o mundo em tempo recorde
China desenvolve aeronave que viaja o mundo em tempo recorde

Um voo de Recife, capital de Pernambuco, até São Paulo dura cerca de três horas. Mas, imagine que em um terço desse tempo você seja capaz de viajar o mundo? É o que a China tenta fazer. Na busca de aeronaves cada vez mais rápidas, o gigante asiático desenvolve há dois anos um modelo capaz de atingir seis vezes a velocidade do som.

O cronograma do projeto, realizado pelo Instituto de Tecnologia de Pequim e pelo Instituto de Engenharia de Sistemas de Naves Espaciais, prevê que o transporte pode começar a operar em 14 anos, no ano de 2035. A aeronave poderá transportar até dez pessoas para qualquer lugar do planeta, no intervalo de uma hora. Em mais dez anos, 2045, a ideia é transportar 100 pessoas.

Leia mais:

A super-aeronave chinesa se chama Starry Sky-2. Os detalhes do projeto de 2018 mostram um modelo com 45 metros, um terço maior do que um Boeing 737-700, avião com mais de 10 mil unidades pelo mundo que realiza voos com cerca de 150 pessoas dentro.

Como votar no Olhar Digital no segundo turno do Prêmio Influency.me

Além do comprimento, o veículo da China tem asas em delta, similares aos do antigo avião comercial supersônico de passageiros Concorde. A diferença, porém, são as asas para cima. O Starry Sky-2 também tem dois motores na parte superior da fuselagem.

Os pesquisadores chineses testam modelos aerodinâmicos no espaço. A ideia é avaliar o desempenho da aeronave em altas altitudes. Os testes são altamente necessários, principalmente por causa dos desafios impostos pela velocidade superior a cinco vezes a velocidade do som, ou hipersônica.

Outro detalhe observado, naquele momento do projeto, é que a potente aeronave tem áreas sujeitas picos de calor e pressão. Isso torna uma proteção extra necessária, porque o Starry Sky-2 pode chegar a uma velocidade de 7.300 km/h. Um avião a jato comercial, por exemplo, pode alcançar 900 km/h.

Via: Folha de São Paulo

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos