Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,10 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.802,10
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    34.319,72
    +381,85 (+1,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,82 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    -6,75 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

China condena "supressão irracional" de empresas do país após lista negra dos EUA

·1 minuto de leitura

XANGAI (Reuters) - A China afirmou neste domingo que "se opõe veementemente" ao acréscimo de 23 entidades chinesas a uma lista negra dos Estados Unidos por motivos que incluem supostas violações dos direitos humanos e laços com estruturas militares.

O Ministério do Comércio disse em comunicado que a inclusão das entidades chinesas é uma "grave violação das regras econômicas e comerciais internacionais" e uma "supressão irracional" das empresas do país.

Pequim "tomará as medidas necessárias para salvaguardar os direitos e interesses legítimos da China", disse o órgão, citando um porta-voz.

O Departamento de Comércio dos EUA disse na sexta-feira que acrescentou 14 empresas e outras entidades à sua lista negra econômica, dizendo que elas foram "implicadas em violações dos direitos humanos e abusos na implementação da campanha de repressão, detenção em massa e vigilância de alta tecnologia da China contra uigures, cazaques e outros membros de grupos minoritários muçulmanos na região autônoma uigur de Xinjiang".

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos