Mercado fechado

China compra soja dos EUA em meio à incerteza de pacto comercial

Alfred Cang

(Bloomberg) -- Processadores de soja do setor privado da China compraram cerca de cinco carregamentos dos Estados Unidos esta semana, menos do que o esperado pelo mercado, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

As esmagadoras privadas na maior importadora de soja do mundo compraram os carregamentos para os embarques de dezembro e janeiro, disseram as pessoas, que não quiseram ser identificadas porque o assunto é confidencial.

Apesar de Pequim ter emitido isenções de tarifas retaliatórias para alguns grãos dos EUA, o ritmo de compras tem decepcionado o mercado. Os acordos que foram confirmados para embarques em janeiro com origem nos EUA podem corresponder apenas entre 10% e 15% do que o mercado esperava, segundo Monica Tu, analista de sementes oleaginosas da Shanghai JC Intelligence.

“Os clientes são cautelosos”, disse Tu. “Há incerteza por causa de informações desencontradas sobre as negociações comerciais entre a China e os EUA.”

Ainda assim, os atraentes preços da soja americana em comparação com as ofertas de rivais, como do Brasil, podem ter dado impulso às importações. Ao mesmo tempo, a expectativa de maiores ganhos com o esmagamento de soja após o Ano Novo Lunar também pode ter puxado as compras, disse a analista.

A Reuters havia informado anteriormente que importadores comerciais chineses compraram até sete carregamentos de soja dos EUA esta semana para os embarques de dezembro e janeiro devido aos preços competitivos dos EUA.

As compras chinesas de oleaginosas dos EUA, o segundo maior produtor mundial, têm sido um termômetro das negociações comerciais.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórter da matéria original: Alfred Cang Singapore, acang@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Alexander Kwiatkowski, akwiatkowsk2@bloomberg.net, Anna Kitanaka, James Poole

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

©2019 Bloomberg L.P.