Mercado abrirá em 7 h 22 min

China censurou debate de vices nos EUA quando virou tema do embate, diz jornalista

·1 minuto de leitura
Jornalista denuncia censura chinesas à debate nos EUA - Foto: Twitter/Reprodução
Jornalista denuncia censura chinesas à debate nos EUA - Foto: Twitter/Reprodução

A China foi um dos temas do debate entre Mike Pence e Kamala Harris, candidatos a vice-presidência nas eleições norte-americanas, que acontecem no próximo dia 3 de novembro. Contudo, de acordo com o jornalista Nathan Vanderklippe, correspondente canadense, houve censura de parte do embate no país asiático.

Nas redes sociais, o jornalista dos veículos “Globe” e “Mail”denunciou que parte do debate foi censurado na China. Ele publicou uma foto da TV com barras coloridas e uma mensagem de “sem sinal”, exatamente quando o tema tratado entre Pence e Harris falavam sobre o gigante asiático.

Leia também

“Assim fica o sinal da CNN na China quando o debate trata da China", escreveu o jornalista. Segundo Vanderklippe, a transmissão voltava ao normal assim que o embate seguiu para outro tema.

Em outra mensagem, o jornalista afirma que mais especificamente os comentários de Pence, atual vice-presidente dos EUA que tenta reeleição junto a Donald Trump, foram censurados. Ele diz que o sinal teria voltado ao normal quando Kamala Harris, candidata a vice de Joe Biden, começou a falar novamente.

Segundo Vanderklippe, todos os outros temas abordados no debate foram transmitidos com sinal normal, sem interrupção alguma.

Diferentemente do debate entre Trump e Biden realizado na semana passada, o embate entre os vices foi considerado como “civilizado". Ambos respeitaram as falas dos adversários e houve debate de propostas.