Mercado fechará em 4 h 24 min
  • BOVESPA

    116.875,19
    +740,73 (+0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.595,98
    +166,23 (+0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,49
    +2,86 (+3,42%)
     
  • OURO

    1.734,00
    +32,00 (+1,88%)
     
  • BTC-USD

    20.077,51
    +658,13 (+3,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,48
    +10,05 (+2,26%)
     
  • S&P500

    3.785,12
    +106,69 (+2,90%)
     
  • DOW JONES

    30.260,45
    +769,56 (+2,61%)
     
  • FTSE

    7.086,80
    +178,04 (+2,58%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,32 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.992,21
    +776,42 (+2,96%)
     
  • NASDAQ

    11.649,75
    +364,00 (+3,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1321
    +0,0582 (+1,15%)
     

China aumenta importações de minério de ferro em agosto ante julho

Terminal de minério de ferro no porto de Dalian, China

PEQUIM (Reuters) - As importações de minério de ferro pela China em agosto subiram 5,5% em relação ao mês anterior, mostraram dados alfandegários nesta quarta-feira, mesmo com as taxas de operação dos altos-fornos melhorando apenas ligeiramente.

O maior consumidor de minério de ferro do mundo trouxe 96,21 milhões de toneladas da matéria-prima siderúrgica no mês passado, acima das 91,24 milhões de toneladas de julho, disse a Administração Geral de Alfândegas.

No entanto, o volume de agosto foi menor na comparação com as 97,46 milhões de toneladas do mesmo mês de 2021.

As siderúrgicas chinesas fecharam os altos-fornos no segundo trimestre devido ao alto preço do minério de ferro e outros ingredientes siderúrgicos, bem como à fraca demanda devido a problemas no setor imobiliário do país e medidas para conter a propagação do coronavírus.

Nas últimas semanas, vários altos-fornos retomaram as operações, mas as taxas de operação em agosto foram ainda mais reduzidas pela onda de calor no mês passado, o que reduziu a produção em algumas áreas e a atividade de construção, impactando a demanda por aço.

Assim, as chegadas de minério de ferro superaram a demanda, resultando em um acúmulo de estoques no porto, disse Atilla Widnell, diretor na Navigate Commodities em Cingapura.

Os estoques nos portos chineses atingiram uma máxima de quatro meses de 143 milhões de toneladas em 2 de setembro, segundo dados da consultoria SteelHome.

Durante o período de janeiro a agosto, a China importou 723 milhões de toneladas de minério de ferro, uma queda de 3,1% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo a alfândega.

As exportações de produtos siderúrgicos da China no mês passado foram de 6,15 milhões de toneladas, ante 5,05 milhões de toneladas em agosto de 2021.

As exportações nos primeiros oito meses do ano caíram 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado, para 46,23 milhões de toneladas.

(Por Dominique Patton)