Mercado fechado

China atingirá US$ 40 bi em importação agrícola dos EUA: JCI

Bloomberg News

(Bloomberg) -- A China não terá problemas para comprar US$ 40 bilhões anuais em produtos agrícolas dos EUA, apesar das preocupações sobre a viabilidade do acordo, segundo uma influente firma especializada.

A Shanghai JC Intelligence, considerada a consultoria mais bem informada do país, afirma que a China poderá gastar US$ 18,7 bilhões anuais em soja americana, cerca de US$ 7 bilhões em outros grãos e produtos relacionados, mais de US$ 2 bilhões em frango e pés de galinha e US$ 2,5 bilhões em nozes e sementes comestíveis. A JCI também acredita que o país asiático pode trazer algodão, peixe e etanol dos EUA.

A JCI afirma que divulgou as estimativas a fim de eliminar dúvidas lançadas pela mídia internacional e outras instituições sobre a fase um do acordo comercial entre Pequim e Washington.

O Citigroup questionou se a China conseguirá comprar de US$ 40 bilhões a US$ 50 bilhões em produtos agrícolas americanos no próximo ano e entende que até mesmo US$ 32 bilhões representariam uma “façanha desafiadora”.

Embora o presidente dos EUA, Donald Trump, tenha afirmado que a China atingirá a meta “muito em breve”, isso exigiria um grande salto nas importações chinesas, potencialmente esbarrando em sua capacidade de absorver os produtos. A China importou aproximadamente US$ 24 bilhões em produtos agrícolas e afins dos EUA em 2017, o ano anterior ao início da guerra comercial.

“Eu tenho sido muito cético”, disse Joseph Glauber, que já foi economista-chefe do Departamento de Agricultura dos EUA. “Como eles farão isso?”

To contact Bloomberg News staff for this story: Shuping Niu em Beijing, nshuping@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Anna Kitanaka, akitanaka@bloomberg.net, Atul Prakash

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

©2019 Bloomberg L.P.