Mercado abrirá em 2 h 50 min
  • BOVESPA

    110.580,79
    +234,97 (+0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.304,04
    -72,85 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,49
    +1,72 (+1,57%)
     
  • OURO

    1.855,20
    -10,20 (-0,55%)
     
  • BTC-USD

    29.818,62
    +528,08 (+1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    663,37
    +7,54 (+1,15%)
     
  • S&P500

    3.941,48
    -32,27 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.928,62
    +48,38 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.524,56
    +40,21 (+0,54%)
     
  • HANG SENG

    20.171,27
    +59,17 (+0,29%)
     
  • NIKKEI

    26.677,80
    -70,34 (-0,26%)
     
  • NASDAQ

    11.785,50
    +14,50 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1426
    -0,0296 (-0,57%)
     

China adotará novas medidas quando necessário para sustentar economia, diz autoridade do partido

Distrito empresarial central de Pequim

PEQUIM (Reuters) - A China não hesitará em adotar novas medidas para sustentar o crescimento, disse um alto funcionário do Partido Comunista nesta quinta-feira, uma vez que a economia sente o golpe dos longos lockdowns contra a Covid-19.

A China pretende implementar as políticas existentes no primeiro semestre do ano e está pronta para dar novos passos quando surgir a necessidade, disse Han Wenxiu, vice-chefe do escritório do partido para assuntos financeiros e econômicos, em uma conferência de imprensa em Pequim.

"Não perderemos tempo no planejamento e implementação de políticas incrementais. Há espaço suficiente para as políticas fiscal e monetária e outras, e temos várias ferramentas", disse Han.

"Vamos intensificar os ajustes, tomaremos medidas quando necessário", disse Han sem dar detalhes.

A China precisa controlar a Covid de forma "científica, precisa e eficaz", para criar uma condição prévia vital para as operações econômicas normais, disse Han.

O governo agiu para aliviar uma profunda desaceleração econômica conforme as autoridades correm para impedir a propagação de casos de Covid com lockdowns totais ou parciais em dezenas de cidades, incluindo o centro comercial de Xangai.

(Reportagem de Kevin Yao e Ellen Zhang)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos