Mercado abrirá em 8 h 3 min
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,63
    +1,04 (+0,95%)
     
  • OURO

    1.815,10
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    29.112,23
    -725,20 (-2,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    648,67
    -22,01 (-3,28%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.179,30
    -464,98 (-2,25%)
     
  • NIKKEI

    26.414,74
    -496,46 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.942,00
    +6,50 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2359
    +0,0176 (+0,34%)
     

Chile reduz previsão para crescimento econômico em 2022 e revisa inflação para cima

Pedestres caminham por rua de Santiago, no Chile

Por Fabian Cambero

SANTIAGO (Reuters) - O Chile, maior produtor mundial de cobre, reduziu drasticamente as expectativas para seu crescimento econômico em 2022, já que a demanda doméstica deve cair, disse o Ministério das Finanças chileno nesta terça-feira, que também revisou para cima sua previsão de inflação.

O Produto Interno Bruto (PIB) do país andino agora deve aumentar 1,5% em 2022, abaixo da previsão anterior de 3,5% de crescimento, afirmou o ministro das Finanças, Mario Marcel, durante uma audiência a um comitê do Senado.

Os preços ao consumidor devem subir 8,9% este ano, taxa acima do aumento de 6,5% esperado na previsão anterior, acrescentou.

"Estamos fazendo estimativas mais conservadoras", afirmou Marcel durante a audiência desta terça-feira.

Enquanto isso, a demanda doméstica agora deve cair 1,0% em 2022, ante uma estimativa anterior de um crescimento de 2,6%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos