Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,45
    -0,70 (-0,97%)
     
  • OURO

    1.820,70
    -40,70 (-2,19%)
     
  • BTC-USD

    38.673,71
    -1.363,86 (-3,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    960,72
    -31,76 (-3,20%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.267,18
    -169,66 (-0,60%)
     
  • NIKKEI

    28.973,69
    -317,32 (-1,08%)
     
  • NASDAQ

    13.893,25
    -88,00 (-0,63%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0743
    +0,0123 (+0,20%)
     

Chile no espaço: Governo chileno contrata SpaceX para montar rede de satélites

·1 minuto de leitura
Chile no espaço: Governo chileno contrata SpaceX para montar rede de satélites
Chile no espaço: Governo chileno contrata SpaceX para montar rede de satélites

O governo chileno anunciou nesta semana a implantação do Sistema Nacional de Satélites, composto por 10 satélites, 8 deles fabricados no próprio Chile. Todos eles vão ser lançados pela SpaceX, empresa de Elon Musk, entre este ano e 2025.

Em 2011 o lançamento do FASat-Charlie colocou o Chile na vanguarda dos países latino-americanos em termos de presença no espaço. No entanto, o satélite perdeu a vida útil há mais de quatro anos.

A nova rede vai atualizar e contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico chileno. Além de substituir o FASat-Charlie, o novo sistema vai ter acesso a aproximadamente 250 satélites internacionais.

O ministério de defesa chileno quer utilizar os novos sistemas para observar o território em questões tão relevantes como desastres naturais e mudanças climáticas, entre muitas outras.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos