Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    62.167,70
    +2.524,64 (+4,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Chevrolet retoma fabricação do Onix e Tracker e descarta retirar componentes

·2 minuto de leitura

Principais carros-chefes da Chevrolet no Brasil, o hatch Onix e o SUV Tracker decepcionaram nas vendas em agosto. O Onix, que foi o mais vendido do país durante seis anos, emplacou somente 410 unidades e fechou o período na 58ª posição. A Tracker, por sua vez, ficou em 31º, com 1.229 licenciamentos. O veículo mais vendido pela marca no mês foi a S10, que fechou o top 10 com 4.798 unidades emplacadas.

De olho na queda das vendas de dois de seus maiores atrativos, a montadora anunciou mudanças. Santiago Chamorro, novo presidente da empresa para a América do Sul, revelou a receita para recuperar o tempo perdido após a fábrica ter ficado fechada por cinco meses devido à crise dos semicondutores.

“Vamos dobrar a produção de Onix e Tracker, e estou anunciando a volta do segundo turno a partir de segunda-feira (27) em Gravataí (RS)”, comentou o executivo, decretando que todas as unidades da montadora, incluindo as do estado de São Paulo (São Caetano do Sul e São José dos Campos), que já cumpriam a determinação, adotarão o mesmo esquema de trabalho.

Chamorro admitiu que a crise de abastecimento dos semicondutores segue assombrando a Chevrolet e que, por isso, tomou a iniciativa de retomar os trabalhos em dois períodos. “A situação de semicondutores continua volátil e vamos precisar continuar trabalhando em cima do momento, quase que 'just in time'. Não podemos falar que o problema passou, vai continuar, e é preciso ficar muito atento ao problema”.

Onix e Tracker completos

Durante a entrevista coletiva virtual, o presidente da General Motors para a América do Sul foi questionado se a Chevrolet seguirá o exemplo da Volkswagen, que resolveu retirar alguns componentes de modelos como Fox, Nivus e Virtus para minimizar os efeitos da falta de peças. Chamorro, no entanto, foi taxativo.

“Não podemos mexer na característica de nosso produto, no diferencial, no que os nossos clientes buscam”, cravou. O executivo afirmou, no entanto, que “estuda alternativas” para evitar que um novo fechamento de alguma fábrica ocorra no futuro justamente pelo desabastecimento de componentes para a fabricação dos carros.

Recuperação já começou

A adoção dos dois turnos de trabalho em Gravataí deve impulsionar ainda mais a reação que já teve início na virada do mês. De acordo com o site da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores), o Onix vendeu, até esta quinta-feira (23), 3.170 unidades e está em 5º lugar no ranking.

O Tracker, que fechou agosto muito mal colocado, também subiu consideravelmente e está no 11º posto, com 2.194 emplacamentos. Outro destaque é o Onix Plus, que teve 2.438 carros emplacados e ocupa a 7ª posição.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos