Mercado fechado

Chevrolet Onix e Onix Plus voltam a ser produzidos em Gravataí (RS)

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
Fábrica de Gravataí - 4 milhões de unidades

Operação retorna com apenas um turno e mil funcionários; 2º turno está previsto para semana que vem

Após o reinício da produção em São Caetano do Sul (SP), agora é a vez da General Motors anunciar a retomada das operações em Gravataí (RS), onde estão as linhas de montagem de Chevrolet Onix e Onix Plus. Segundo a empresa, cerca de mil funcionários retornaram nesta segunda-feira (15), trabalhando em apenas um turno e com protocolos rígidos de segurança.

“O reinício da produção de veículos da GM no Brasil ocorreu sem problemas, graças ao forte trabalho em equipe. Nossos procedimentos abrangentes de segurança estão funcionando bem e nossos fornecedores fizeram um ótimo trabalho implementando suas estratégias de retorno ao trabalho e manuais de segurança. No próximo dia 15 de junho, retomaremos a produção do Onix e Onix Plus na fábrica de Gravataí gradualmente, em apenas um turno, e obedecendo o rígido protocolo de saúde e segurança global da GM”, afirma a Chevrolet em nota.

Durante este primeiro momento, a fábrica de Gravataí terá apenas um turno, mas a marca já prevê o aumento para dois turnos a partir da próxima segunda-feira (22). O terceiro turno ainda não tem data de retorno, uma vez que a empresa ainda tem aproximadamente 800 funcionários com mais dois meses de lay-off (suspensão de contrato).

Leia também

Assim como foi em São Caetano do Sul, os funcionários das linhas de montagem de Onix e Onix Plus seguirão uma série de normas de segurança para evitar contaminação. Os trabalhadores farão uma autodeclaração de saúde antes de sair de casa. Chegando na fábrica, a temperatura corporal será medida e os postos de trabalhos foram alterados para aumentar o distanciamento social, assim como em refeitórios e transporte. O uso de máscaras será obrigatório e a marca fará higienização com frequência.

A General Motors não revelou qual será o protocolo a ser seguido caso a fábrica confirme casos de funcionários contaminados com o novo coronavírus. Nesta semana, a fábrica da Volkswagen em General Pacheco (Argentina) registrou três novos casos de pessoas contaminadas com o vírus, dois da linha de montagem e um terceirizado da empresa de limpeza.