Mercado abrirá em 7 h 38 min
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,21 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,25
    -0,70 (-0,95%)
     
  • OURO

    1.813,00
    -4,20 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    39.721,54
    -2.210,69 (-5,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    962,20
    +12,30 (+1,30%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,03 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    26.197,80
    +236,77 (+0,91%)
     
  • NIKKEI

    27.798,32
    +514,73 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    15.028,75
    +73,00 (+0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1550
    -0,0330 (-0,53%)
     

Chegada de Sylvinho faz Gil voltar a ter sequência pelo Corinthians

·2 minuto de leitura


Titular nos cinco primeiros jogos de Sylvinho pelo Corinthians, o zagueiro Gil ganhou sobrevida no clube desde a chegada do técnico.

>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os jogos do Corinthians
>> Baixe o novo app de resultados do LANCE!

O defensor de 34 anos vinha perdendo espaço para atletas mais jovens do elenco, como João Victor e Raul Gustavo. Dos últimos seis jogos do ex-treinador Vagner Mancini, demitido há cerca de um mês, Gil foi titular em apenas dois, sendo que um deles foi a vitória por 2 a 1 sobre o Novorizontino, na Neo Química Arena, pela última rodada da primeira fase do Paulistão, onde o Timão atuou como toda a equipe reserva, pois já estava classificado à fase seguinte.

Tendo nova sequência com a camisa corintiana, o camisa 4 já jogou dos dois lados da zaga nos cinco compromissos mais recentes. Destro, o jogador atuou pela direita nas derrotas para o Atlético-GO, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro e jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, ao lado do canhoto Raul Gustavo, porém, na partida seguinte, contra o América-MG, em Belo Horizonte, pela segunda rodada do Brasileirão, Raul ficou fora, por questões particulares, e João Victor entrou para atuar pelo lado direito, cabendo a Gil fechar a zona canhota da defesa. João seguiu no time nas partidas seguintes, contra Coelho e Palmeiras.

Sob o comando de Sylvinho, Gil registra os seguintes números: 16 cortes, 4 desarmes, 2 interceptações, 2 dribles sofridos, 5 faltas cometidas, 5 duelos no chão ganhos (aproveitamento de 45%) e 14 duelos aéreos ganhos (aproveitamento de 60%), de acordo com o SofaScore.

Ídolo da Fiel, Gil está em sua segunda passagem pelo Timão. Na primeira, entre 2013 e 2015, o atleta conquistou o Paulista de 2013 e Brasileiro de 2015. De volta desde o segundo semestre de 2019, o defensor busca o seu primeiro título desde o seu retorno.

Essa é a segunda vez que o zagueiro e o atual técnico do Timão trabalham juntos. Entre 2013 e 2014, o camisa 4 fazia parte do elenco corintiano quando Sylvinho formava a comissão técnica permanente do clube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos