Mercado fechado

Chefs recorrem ao suflê para cardápios em tempos de crise

Kate Krader

(Bloomberg) -- Quando o álcool gel é mais valioso do que ingredientes de luxo como lagosta, um item inesperado é incorporado aos cardápios de restaurantes nos Estados Unidos. O suflê, o prato clássico francês feito de claras de ovo batidas, começa a dominar restaurantes de leste a oeste. As razões não são claras, exceto que suflês parecem deliciar chefs tanto quanto clientes.

Nos EUA, a demanda por suflês esteve em alta no final da década de 1970, durante o auge de Julia Child. O prato nunca desapareceu dos cardápios, mas também nunca fez muito sucesso.

Os fãs podem querer dar crédito parcial ao ressurgimento do culto às panquecas japonesas. No fim do ano passado, a rede japonesa Flippers abriu uma unidade no bairro do Soho, em Nova York, e as filas eram infinitas.

No restaurante de comida caseira japonesa Bessou, em Manhattan, panquecas no estilo Bananas Foster se tornaram item básico dos brunchs. “A tendência da panqueca-suflê fala do que as pessoas desejam hoje em dia: comida caseira sofisticada”, diz a proprietária Maiko Kyogoku. “Com tanta inquietação no mundo ao nosso redor recentemente - estamos à beira de uma pandemia global? -, panquecas podem fazer qualquer um sorrir, mas panquecas-suflê fofas ainda mais.”

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórter da matéria original: Kate Krader em New York, kkrader@bloomberg.net

Para entrar em contato com a editoria responsável: Jennifer Parker, jgaddy@bloomberg.net

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.