Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    34.067,46
    -1.788,80 (-4,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.017,75
    -138,50 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Chefs do ‘Mestre do sabor’ ensinam receitas afrodisíacas para caprichar neste Dia dos Namorados

·9 minuto de leitura

Fisgar alguém pelo estômago já é um clássico da conquista amorosa. E continuar cozinhando para o seu par romântico é a prova de que o afeto e o carinho continuam temperando a relação a dois. Já que em datas especiais, como o Dia dos Namorados, é sempre bom caprichar em pratos mais elaborados, fomos consultar quem entende de verdade do assunto para dar uma ajudinha no seu almoço ou jantar especial a dois. Chefs do “Mestre do sabor”, da Globo, os apresentadores Claude Troisgros e seu fiel escudeiro João Batista, e os técnicos Kátia Barbosa, Léo Paixão e Rafa Costa e Silva entregam de bandeja aos leitores do EXTRA receitas afrodisíacas de petisco, entrada, pratos principais e sobremesa, para um banquete completo neste 12 de junho. Dá tempo de comprar todos os ingredientes e... mãos à obra!

Leia também:

Para começar os trabalhos, Rafa Costa e Silva indica uma entrada de beterraba com farinha d’água e coalhada.

— É muito saborosa e valoriza ingredientes frescos e naturais. Além disso, é ideal para o jantar, por ser leve — explica o marido da também chef Malena, por quem se apaixonou em Nova York, quando estudavam Gastronomia: — Sugiro preparar a receita a dois, tomando um bom vinho para celebrar a data. A comida está diretamente ligada às nossas relações pessoais e emocionais.

Para o prato principal, que tal um camarão ensopado com chuchu?

— É ótimo para não perder tempo demais cozinhando e não ficar com a barriga cheia, podendo namorar depois. Para deixar o prato muito saboroso, basta caprichar no coentro e colocar um pouquinho de pimenta. Essa receita é legal para ser uma surpresa porque ela é muito rápida de se fazer. É só deixar tudo montado e ligar o fogo na panela na hora — diz Léo, que tem Paixão até no sobrenome: — Sou casado com a pediatra Taís Civitarese há 13 anos. Eu costumo cozinhar para ela em outras ocasiões especiais, que não o Dia dos Namorados, porque é uma data em que eu trabalho muito. Acho que a fisguei pelo estômago! (risos)

Leia também:

Seu amor não curte frutos do mar? O baião de “nós” dois de Kátia tem nome sugestivo.

— Funciona como um abraço repleto de afeto. Preparar a dois pode criar memórias incríveis! — opina a carioca, que acredita que seu talento na cozinha a “ajudou muito” a conquistar seu marido: — Eu amo cozinhar! Então, qualquer dia é dia. Se for uma data especial, então, dá para caprichar ainda mais no amor durante o preparo. Tudo que a gente prepara com amor torna o prato ainda mais especial.

Você sabia que maracujá, em francês, é chamado fruta da paixão (“fruit de la passion”)? O internacional Claude dá a dica.

— O maracujá está muito presente na minha cozinha, desde que cheguei ao Brasil. Colocar algumas flores comestíveis em cima da torta pode dar um toque especial — sugere o marido de Clarisse há 12 anos: — Costumo cozinhar pra ela em todas as ocasiões especiais e também no dia a dia. Gosto muito de fazer surpresa, mas se a(o) sua(seu) amada(o) curtir cozinhar, acho legal preparar a sobremesa a quatro mãos.

Leia também:

Segundo Batista, o espetinho de camarão com caju tem um aroma maravilhoso.

— E dizem que as especiarias em que o caju é cozinhado têm uma pegada meio afrodisíaca — revela o paraibano, casado com a Jô há nove anos: — Cozinho, mesmo sem data especial, pra ela, e ela pra mim. Adoro a lasanha que ela faz! Antes de fisgá-la pelo estômago, acho que a conquistei pelo olhar...

Beterraba com farinha d’água e coalhada

Ingredientes

4 minibeterrabas vermelhas

4 minibeterrabas amarelas

2 beterrabas chioggia

1 amarrado de espinafre

4 minirrabanetes brancos

50g de coalhada de ovelha

80g de farinha d'água

25g de manteiga

100ml vinagre

50ml de água

30g de açúcar

10g de sal

1 dente de alho

Flor de sal

Azeite de oliva extravirgem

Modo de preparo

Embrulhar em papel alumínio, em cores separadas, as beterrabas untadas com azeite e com sal. Assar até estarem bem macias (por aproximadamente 45 minutos a 1 hora num forno a 160°C/180°C). Após assadas, descascar com o auxílio de um papel toalha (quando estão bem assadas, a pele sai sozinha, sem danificar as beterrabas).

Em água fervente com sal, mergulhar as folhas de espinafre durante dois minutos e retirar para um banho de água com muito gelo. Em seguida, escorrer bem a água dos espinafres e bater no liquidificador até formar um creme liso.

Numa frigideira, fritar o alho picado na manteiga e adicionar a farinha. Deixar tostar bem, como uma farofa, e temperar com sal.

Para o picles de rabanete, colocar numa panela: água, vinagre, sal e açúcar. Levar ao fogo e, quando estiver fervendo, adicionar os rabanetes. Desligar o fogo, deixando os rabanetes repousarem neste líquido.

Para finalizar, deixar as beterrabas com tamanhos aproximados.

Sobre o prato, colocar a farinha d'água tostada e dispor as beterrabas intercalando as cores, bem como os rabanetes.

Numa panela, colocar o creme de espinafre e misturar levemente com a coalhada de ovelha, deixando o seu molho em dois tons. Temperar com sal e um pouco de azeite de oliva extravirgem.

Colocar um pouco sobre o prato, sem encostar muito na farinha, e terminar com uma salada de folhas frescas, como brotos de beterraba ou ervilha, por exemplo.

Camarão ensopado com chuchu

Ingredientes

600g de camarões descascados

3 chuchus grandes

3 tomates grandes

1 cebola

1 colher (sopa) de alho picado

1/2 colher (sopa) de bicarbonato de sódio

Azeite

Sal

Cebolinha e coentro (ou salsinha)

Modo de preparo

Temperar o camarão com bastante sal. Você pode espremer 1/2 limão com antecedência, para ele pegar bastante tempero. Lembre-se de que quando você compra o camarão com casca, você não precisa lavar depois, ele vai manter o sabor.

Descascar o chuchu (com o auxílio de um descascador ou tirando a camada mais fina possível de casca com a faca). Tirar as reentrâncias com a ponta de uma faquinha. Retirar o caroço e dar uma raspadinha no miolo. Picar o chuchu, cortando em 4 na longitudinal e depois picar não muito pequeno.

Para descascar o tomate, fazer um “x” com a ponta da faca na base dele, jogar na água fervendo e deixar por 15 a 30 segundos cozinhando (assim a casca vai soltar toda). Colocar em um bowl com água e gelo para parar de cozinhar. Agora, é só tirar a pele com as mãos ou com uma faquinha. Depois, cortar em 4, retirar as sementes e picar em cubos.

Para cortar a cebola em cubinhos, descascar e sempre manter a parte debaixo, para manter as pétalas juntas. Partir ao meio. Depois, fazer cortes paralelos longitudinais em cada uma das metades com a face virada para baixo, indo até o final. Fazer 1 ou 2 cortes transversais e virar a cebola para cortar longitudinalmente de novo na outra direção, fazendo um movimento para frente e para trás com a faca. E vai virando o pedaço que restar até picar toda a cebola.

Na panela de barro bem quente, colocar o azeite e a cebola picadinha e começar a saltear. Acrescentar um pouco do alho e saltear. Não precisa corar, é só amolecer um pouco, 5 minutinhos, para entrar com o chuchu. Colocar o bicarbonato de sódio, um pouco de água, mexer e, antes de tampar, temperar com sal. Deixar cozinhar no fogo alto com a panela tampada.

Temperar os tomates com sal e um pouco de azeite, para entrar na panela depois. O tomate vai por último. Depois de 10 minutos fervendo bem o chuchu, arrumar o camarão por cima para cozinhar no vapor da água que o chuchu soltou. Provar o tempero e tampar de novo. Deixar no fogo forte. Cozinhar por uns 3 minutos e abrir para colocar os tomates picados. Virar os camarões para cozinhar do outro lado. Pode trazer um pouco do chuchu para cima para ficar bonito. Cozinhar por mais 2 minutos. Finalizar com bastante cebolinha e coentro. Se não gostar de coentro, colocar salsinha.

Ir para a mesa borbulhando! O prato fica com muito caldo e o chuchu, doce. Para acompanhar, pode comer com farinha de biju de milho.

Baião de nós dois

Ingredientes

300g de favas verdes cozidas e escorridas ou feijão-fradinho

300g de arroz cozido a gosto

50g de cebola roxa picada

10g de alho

Creme de leite fresco

Coentro a gosto

Sal

Pimenta-do-reino

Tomates cereja a gosto

Azeite

50g de queijo de coalho frito

50g de bacon cortado em cubos pequenos

Modo de preparo

Numa frigideira, colocar o azeite e o bacon para fritar durante três minutos. Em seguida, colocar a cebola e o alho e deixar refogar por dois minutos. Acrescentar o arroz e a fava e misturar bem. Misturar o creme de leite fresco (se gostar, em substituição à nata que os nordestinos usam). Acrescentar os tomates cerejas cortados em dois. Acertar o sal. Finalizar com o coentro e a pimenta-do-reino. Arrumar o queijo coalho frito em cima para decorar.

Torta mousse de maracujá

Ingredientes

300ml de suco de maracujá (da fruta) com sementes

250ml de água

100g de açúcar

300ml de creme de leite fresco

12g (10g + 2g) de gelatina incolor em pó

Modo de preparo

Ferver o suco de maracujá com a água e o açúcar. Separar 150ml de suco com sementes para a decoração. Passar o restante pelo chinoy (coador / peneira cônica) e acrescentar 10g de gelatina dissolvida em um pouco de suco quente. Esperar esfriar.

Bater o creme de leite em ponto de chantilly e incorporar à preparação. Preencher uma fôrma com a mousse e deixar na geladeira por 12 horas.

Peneirar o suco com sementes reservado e devolver ao suco 1 colher (sopa) de sementes. Acrescentar 2g de gelatina dissolvida ao suco quente.

Despejar uma camada fina desse líquido em cima da mousse já endurecida, separando as sementes de maracujá. Deixar na geladeira até ficar firme.

Tempo de preparo

1 hora + 1 dia na geladeira

Espetinho de camarão com caju

Ingredientes

3 camarões VM descascados

2 cajus

300ml de água

120g de açúcar

3 dentes de cravo

3 bastões de canela

2 limões (extrair o suco)

Raspa da casca de limão

20g de gergelim

3 ramos de capim-limão

Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Para cozinhar os cajus: colocar os 300ml de água em uma panela, adicionar os 2 cajus inteiros, os 3 dentes de cravo, os bastões de canela, o suco de 2 limões espremidos, os 120g de açúcar, a raspa da casca de limão e os 3 ramos de capim-limão. Fechar a panela e cozinhar por 20 minutos em fogo médio.

Em uma frigideira, tostar o gergelim. Reservar.

Cortar o camarão em quatro e saltear na mesma frigideira com sal e pimenta-do-reino branca ou preta.

Cortar os 2 cajus em rodelas e caramelizar na mesma frigideira com um pouco de azeite.

Cortar cada rodela de caju ao meio.

Empanar o camarão ainda quente no gergelim tostado.

Finalização: montar cada espetinho com um pedaço de camarão e de caju e ir intercalando. Servir numa travessa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos