Mercado fechará em 2 h 16 min
  • BOVESPA

    109.772,86
    -13,44 (-0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.455,24
    -281,24 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,48
    +0,57 (+1,27%)
     
  • OURO

    1.808,80
    +4,20 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    19.011,14
    -255,50 (-1,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    377,66
    +7,15 (+1,93%)
     
  • S&P500

    3.619,96
    -15,45 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    29.814,74
    -231,50 (-0,77%)
     
  • FTSE

    6.388,66
    -43,51 (-0,68%)
     
  • HANG SENG

    26.669,75
    +81,55 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    26.296,86
    +131,27 (+0,50%)
     
  • NASDAQ

    12.121,50
    +45,50 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3500
    -0,0469 (-0,73%)
     

Chefe do Xbox nega que Microsoft busca comprar estúdios japoneses de games

Wagner Wakka
·1 minuto de leitura

Phil Spencer, chefe do braço Xbox na Microsoft, negou que a empresa esteja em busca de aumentar sua participação no oriente. A expectativa surgiu após matéria da Bloomberg que apontava o desejo da Microsoft na compra de estúdios japoneses. Agora, ao GameSpot, Spencer disse que não há tal intenção.

A movimentação faria sentido, tendo em vista que a empresa já comprou 15 estúdios de desenvolvimento nos últimos anos para mitigar a falta de exclusivos de suas plataformas. A aquisição de empresas japonesas faria sentido na estratégia da companhia. Na entrevista para o GameSpot, contudo, Spencer disse que não conhece planos para isso. Perguntado sobre o tema, ele respondeu: “Eu acho que não… quer dizer, eu não estou em toda reunião com todos os times, mas posso dizer que, do meu lado, não”.

Ele ainda ressaltou que é preciso calma para fazer negócios com empresas japonesas. “A maioria das oportunidades que tivemos até agora foi de relacionamentos já antigos. Então, eu não acho que estamos lá, com nossos cartões de visita, jogando em todas esquinas, esperando encontrar alguém”, brincou o executivo.

A última grande compra da Microsoft foi com a Zenimax, empresa que detém da Bethesda. O acordo de US$ 7,5 bilhões coloca franquias como Doom e The Elder Scrolls na mão do Xbox.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: