Mercado fechado

Chefe do Eurogrupo diz que "nenhum esforço será poupado" para conter surto de coronavírus

LISBOA (Reuters) - Os ministros das Finanças de países da União Europeia (UE) estão preparados para implementar medidas fiscais a fim de apoiar o crescimento econômico em todo o bloco em meio ao surto de coronavírus, disse o presidente do Eurogrupo, Mario Centeno, nesta quarta-feira, acrescentando que "nenhum esforço será poupado".

"Estamos monitorando a situação de perto", disse ele a jornalistas após teleconferência com os ministros das Finanças da UE.

Sem dar mais detalhes, ele informou que as medidas fiscais seriam implementadas com base nas circunstâncias específicas dos países.

A teleconferência foi feita para coordenar as respostas nacionais quanto ao surto, disse Centeno no Twitter na semana passada.

Após a teleconferência, Centeno, que também é ministro das Finanças de Portugal, acrescentou que havia um "impacto potencial no crescimento", incluindo a interrupção na cadeia de suprimentos.

"Coordenaremos nossas respostas e estaremos prontos para usar todas as ferramentas de política (econômica) apropriadas para alcançar um crescimento forte e sustentável", acrescentou.

(Reportagem de Catarina Demony)