Mercado abrirá em 10 hs
  • BOVESPA

    110.235,76
    +1.584,71 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.808,21
    +566,41 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,69
    -0,24 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.800,00
    -13,70 (-0,76%)
     
  • BTC-USD

    24.280,32
    +1.392,91 (+6,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    572,27
    +41,04 (+7,73%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    33.309,51
    +535,11 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.507,11
    +18,96 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    19.820,78
    +209,94 (+1,07%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.431,25
    +39,25 (+0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2395
    -0,0069 (-0,13%)
     

Chefe da Amazon recebeu R$ 1,1 bi em 2021; veja salários de CEOs nos EUA

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A federação AFL-CIO, maior organização de sindicatos dos Estados Unidos, organizou levantamento dos salários em 2021 de CEOs de grandes empresas, como Amazon, Apple e Intel, com todos do top 10 atingindo mais de R$ 300 milhões. A pesquisa também revela que os ocupantes dessas posições ganham até 324 vezes mais que demais funcionários.

Por exemplo, o CEO da Amazon Andrew Jassy recebeu em um ano US$ 212 milhões (cerca de R$ 1.161 bilhão), enquanto um trabalhador 'mediano' recebeu US$ 32.855 (R$ 179 mil).

A Amazon, segundo o levantamento, tem a maior diferença entre os trabalhadores e CEO --em 2021, o chefe ganhou 6.274 vezes mais que seus empregados.

Apresentando um fenômeno chamado 'greedflation', um trocadilho com a palavra 'greed', ganância em inglês, e a inflação, a AFL-CIO refletiu que mesmo que os "CEOs tenham sido rápidos para culpar salários de trabalhadores pelo aumento da inflação", as remunerações de empregados caíram 2,4% em 2021.

Enquanto isso, os pagamentos de chefes aumentaram 18,2% mais rápidos que a própria inflação americana, que atinge 7,1%.

Confira abaixo os dez CEOs com maiores remunerações anuais -seguindo a cotação do dólar desta quarta-feira (20).

1- Peter Kern, do Expedia Group - US$ 296.247.749 (R$ 1.618.194.079)

2- Andrew Jassy, da Amazon - US$ 212.701.169 (R$ 1.161.837.595)

3- Patrick Gelsinger, da Intel - US$ 178.590.400 (R$ 975.514.341)

4- William McDermott, da ServiceNow - US$ 165.802.037 (R$ 905.660.466)

5- Timothy Cook, da Apple - US$ 98.734.394 (R$ 539.316.880)

6- James Dimon, da JPMorgan Chase & Co. - US$ 84.428.145 (R$ 461.171.856)

7- Fabrizio Freda, da The Estee Lauder Companies - US$ 65.996.985 (R$ 360.495.331)

8- Jay Snowden, da Penn National Gaming - US$ 65.887.214 (R$ 359.895.729)

9- Hock Tan, da Broadcom - US$ 60.703.627 (R$ 331.581.421)

10- Ronald Clarke, da FLEETCOR - US$ 57.923.473 (R$ 316.395.386)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos