Mercado fechado

Chefão da Apple vai ganhar US$ 38 milhões para ficar no cargo

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Tim Cook, CEO da Apple. (Foto: Roy Rochlin/WireImage)
Tim Cook, CEO da Apple. (Foto: Roy Rochlin/WireImage)

A Apple anunciou que dará a seu executivo-chefe, Tim Cook, um presente generoso: o equivalente a US$ 38 milhões em ações. As informações são do site Business Insider.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Mesmo antes do “presente”, Cook já havia chegado ao ranking dos bilionários, com fortuna de mais de US$ 1 bilhão, graças a seu salário na Apple, mais ações que ele possui na empresa, que viu seu valor saltar nos últimos anos. Hoje, a Apple vale mais de US$ 2 trilhões.

Leia também

Segundo o conselho da Apple, o bônus é um “reconhecimento por sua fantástica liderança”, mas há um detalhe. Caso Cook decidir sair da empresa antes de 2023, ele não receberia o bônus.

Por isso, analistas vêem esse movimento também como uma tentativa da Apple de segurar Cook no cargo até pelo menos 2025.

Cook assumiu o posto de CEO interino quando Steve Jobs, ainda vivo, tirou licença médica; o “herdeiro” assumiu de vez o posto após a morte do mítico fundador, em outubro de 2011.

Apesar de Jobs dizer, como registrado em sua biografia, que Cook não era “focado em produto”, sua gestão na Apple garantiu uma expansão contínua da empresa, lançamento de novos produtos e melhorias na linha.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube