Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.998,13
    +75,24 (+0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.652,65
    +727,04 (+1,40%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,50
    +0,17 (+0,25%)
     
  • OURO

    1.947,50
    +6,40 (+0,33%)
     
  • Bitcoin USD

    28.065,50
    +145,13 (+0,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    612,53
    +7,49 (+1,24%)
     
  • S&P500

    4.002,87
    +51,30 (+1,30%)
     
  • DOW JONES

    32.560,60
    +316,02 (+0,98%)
     
  • FTSE

    7.536,22
    +132,37 (+1,79%)
     
  • HANG SENG

    19.258,76
    +258,05 (+1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.349,03
    +403,36 (+1,50%)
     
  • NASDAQ

    12.868,00
    +0,75 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6366
    +0,0001 (+0,00%)
     

ChatGPT chega ao Slack com promessa de produtividade

O ChatGPT chegou ao Slack para oferecer o poder da inteligência artificial nas conversas corporativas. A promessa é o chatbot escrever sugestões de respostas rápidas e humanizadas para as interações com seus colegas de trabalho.

O recurso ficará alocado no ícone de três pontos, aquele que exibe mais opções em uma conversa. Bastará procurar pela opção "Rascunho de resposta" (Summarize thread, em inglês) e aguardar a tecnologia GPT criar uma sugestão de texto baseada na pergunta ou comentário feito naquele tópico específico.

Ainda não está claro como será o nível de detalhamento da resposta nem como vai funcionar a questão da privacidade. É provável que o usuário possa editar qualquer produção do ChatGPT antes de enviá-la nos grupos, inclusive para corrigir os erros e incompreensões.

O ChatGPT vai sugerir respostas personalizadas para threads do Slack (Imagem: Reprodução/Salesforce)
O ChatGPT vai sugerir respostas personalizadas para threads do Slack (Imagem: Reprodução/Salesforce)

Usos do ChatGPT no Slack

Outra utilidade será otimizar a busca por assuntos em salas ou tópicos diversos. A ferramenta de busca do Slack é um tanto quanto falha para localizar palavras-chave mais genéricas, então uma IA poderia entender o contexto para apresentar resultados mais precisos.

Também será possível resumir canais ou tópicos inteiros, assim você consegue se manter atualizado sobre as novidades. Não dá para saber como será esse resumo — se será produzido como uma história ou com os melhores momentos — nem como será apresentado, mas parece bom para quem ficar fora do escritório durante um ou dois dias.

O lançamento ocorrerá de forma global, mas dependerá das empresas entrarem em uma lista de espera para teste da versão beta. A ideia é testar essa funcionalidade do aplicativo de chat antes de disponibilizá-lo para os sistemas de software de CRM, usados para relacionamento com o cliente.

Será que a tecnologia de escrita humanizada do chatbot será útil para um app dinâmico como o Slack? Parece pouco produtivo pedir o recurso que produza algo, exceto se o usuário precisar elaborar uma baita história.

ChatGPT para o relacionamento com o cliente

Como o Slack é de propriedade da Salesforce, cujo modelo de produção é voltado para marketing empresarial, seria interessante fundir o ChatGPT com uma solução voltada para o segmento. O projeto é chamado Einstein GPT, e serve para gerar e-mail marketing, elaborar respostas para dúvidas dos clientes e criar conteúdos direcionados para ajudar os marketeiros.

Por enquanto, o Einstein GPT ainda está distante de todas as possibilidades, mas deve depender da evolução do recurso no Slack. Se a proposta vingar, talvez a companhia tenha um produto sólido para incorporar aos seus serviços.

Recentemente, a OpenAI, criadora do ChatGPT, liberou a API de acesso do serviço de IA para empresas interessadas em contratá-lo. A ferramenta poderá funcionar de modo igual ao chatbot ou ser adaptada para atender a necessidades básicas, tais como recomendar produtos, criar tutoriais ou realizar tarefas básicas para o usuário.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: