Mercado fechará em 34 mins

CES 2023 | Samsung revela nova tela QD-OLED com brilho de até 2.000 nits

Às vésperas da CES 2023, a Samsung Display, divisão de fabricação de telas da gigante sul-coreana, apresentou os painéis "QD-OLED 2023", versão atualizada da aclamada tecnologia OLED da companhia que traz melhorias importantes. Além de chegar em uma variedade maior de tamanhos, a novidade recebeu novos algoritmos e materiais que reduziriam significativamente o consumo, enquanto turbinariam o brilho para atingir respeitáveis 2.000 nits.

A nova família QD-OLED 2023 será disponibilizada nos tamanhos de 55, 65 e 34 polegadas, como no ano passado, mas agora traz os inéditos formatos de 49 e 77 polegadas. Por se tratar da divisão de displays, não podemos esperar que a Samsung Electronics, a unidade de fato responsável pela produção dos eletrônicos, lance algum modelo de televisor nas novas dimensões, mas considerando a existência da linha OLED, é provável que este seja sim o caso. Além disso, parceiras como a Sony e a Dell devem adotar a novidade.

Os novos displays QD-OLED 2023 da Samsung atingem pico de brilho de 2.000 nits e chegam em novos tamanhos, de 49 e 77 polegadas (Imagem: Samsung)
Os novos displays QD-OLED 2023 da Samsung atingem pico de brilho de 2.000 nits e chegam em novos tamanhos, de 49 e 77 polegadas (Imagem: Samsung)

O que realmente se destaca nos painéis estreantes é a promessa de picos de brilho de até 2.000 nits, um grande avanço sobre os antigos 1.500 nits do QD-OLED 2022, e mais impressionante por se tratar de um painel OLED — níveis como esse só costumam ser vistos nos displays LCD com iluminação Mini LED, especialmente por não haver risco de burn-in (as imagens-fantasma permanentes).

De acordo com o comunicado da empresa, esse número foi atingido com uma combinação de novas tecnologias, começando pelo algoritmo IntelliSense AI, que avalia em tempo real cada um dos pixels da tela para realizar ajustes. A segunda é o que a companhia chama de OLED HyperEfficient EL, um material aplicado sobre as camadas de OLED azul (únicas do painel a emitir luz) que garantiria que brilho mais intenso fosse transmitido para as camadas de pontos quânticos (responsáveis pelos tons de verde e vermelho).

O Samsung Odyssey OLED G9 é o primeiro monitor gamer a adotar painel QD-OLED 2023 no tamanho de 49 polegadas, com taxa de 240 Hz e proporção 32:9 (Imagem: Samsung)
O Samsung Odyssey OLED G9 é o primeiro monitor gamer a adotar painel QD-OLED 2023 no tamanho de 49 polegadas, com taxa de 240 Hz e proporção 32:9 (Imagem: Samsung)

A Samsung Display não explica exatamente o que há nesse material, nem como funciona o algoritmo de IA, mas o aumento do brilho é promissor — resta saber se os 2.000 nits serão realmente vistos na prática, considerando que os 1.500 nits do ano passado não foram observados pela mídia especializada em produtos finalizados. Outro benefício dessa combinação foi o salto expressivo na redução de consumo de energia, que teria caído em 25% em comparação aos displays QD-OLED do ano passado.

Não se sabe quando veremos os painéis QD-OLED 2023 estrearem no mercado, mas os primeiros produtos equipados com essas soluções estão confirmados para aparecerem na CES nesta semana. Um exemplo de destaque é o monitor Samsung Odyssey OLED G9, que utiliza a versão de 49 polegadas, capaz de atingir 240 Hz (contra 175 Hz do QD-OLED 2022) e disponibilizado no formato super ultrawide, de proporção 32:9. Preços e disponibilidade só devem ser anunciados nos próximos meses.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: