Mercado fechará em 1 h
  • BOVESPA

    108.726,03
    +896,30 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.659,42
    -676,09 (-1,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,93
    +0,79 (+1,02%)
     
  • OURO

    1.887,50
    +2,70 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    22.969,70
    -318,38 (-1,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    529,35
    -7,55 (-1,41%)
     
  • S&P500

    4.130,96
    -33,04 (-0,79%)
     
  • DOW JONES

    34.050,66
    -106,03 (-0,31%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.283,52
    -15,18 (-0,07%)
     
  • NIKKEI

    27.606,46
    -79,01 (-0,29%)
     
  • NASDAQ

    12.577,25
    -199,50 (-1,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5986
    +0,0215 (+0,39%)
     

CES 2023 | Qualcomm mostra serviço de mensagem via satélite similar ao iPhone 14

Depois de a Apple inaugurar o SOS Emergência via satélite na linha iPhone 14, a Qualcomm quer trazer algo semelhante nos dispositivos Android — mas com potencial de ser ainda mais completo. Durante a CES 2023, a marca apresentou o chamado Snapdragon Satellite, e deu alguns detalhes sobre a tecnologia.

Snapdragon Satellite servirá para envio de textos personalizados (Imagem: Divulgação/Snapdragon)
Snapdragon Satellite servirá para envio de textos personalizados (Imagem: Divulgação/Snapdragon)

A solução foi demonstrada na prática, com o envio de alertas de emergência quando não há uma rede disponível. Para o serviço funcionar corretamente, o céu precisa estar limpo, e basta apontar o celular na direção do satélite — assim como a versão da Apple.

Além dos pedidos de socorro, também é possível enviar mensagens SMS para os contatos. Estes textos têm limite de 160 caracteres, e podem ser escritos da forma que o usuário achar pertinente.

Esta já é uma diferença importante em relação ao serviço da Apple, que é limitado a mensagens predeterminadas de emergência. Porém, a Qualcomm garantiu que tomará medidas para evitar que a rede seja sobrecarregada com conteúdos de spam.

Além disso, é provável que o serviço tenha um preço consideravelmente mais alto que o envio tradicional de mensagens, e por isso os hábitos atuais dos consumidores não devem ser tão alterados na rotina.

Snapdragon Satellite exige grande infraestrutura

Qualcomm fez parcerias para uso de satélites (Imagem: Iridium)
Qualcomm fez parcerias para uso de satélites (Imagem: Iridium)

O Snapdragon Satellite foi desenvolvido em parceria com outras empresas, como a Iridium. Ela contribui com a instalação de infraestrutura, que exige a utilização de satélites de baixa órbita (LEO, na sigla em inglês).

Adicionalmente, a colaboração com a Garmin permite que os textos sejam direcionados para o mesmo time responsável pelo inReach, serviço de emergência da empresa. É outra distinção em relação ao serviço da Apple, que envia os alertas diretamente para socorristas e autoridades de segurança locais.

A Qualcomm afirmou que os dispositivos com o Snapdragon 8 Gen 2 e modem X70 de conectividade lançados a partir do segundo semestre de 2023 contarão com o Snapdragon Satellite. Porém, os modelos apresentados antes disso não contarão com a tecnologia, pela falta de componentes compatíveis.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: