Mercado fechará em 2 h 33 min
  • BOVESPA

    113.294,40
    +1.021,39 (+0,91%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.615,76
    +94,33 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,01
    +1,11 (+1,42%)
     
  • OURO

    1.943,10
    +3,90 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    23.136,07
    -53,33 (-0,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,91
    +6,12 (+1,18%)
     
  • S&P500

    4.042,43
    +24,66 (+0,61%)
     
  • DOW JONES

    33.802,90
    +85,81 (+0,25%)
     
  • FTSE

    7.774,07
    -10,80 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    21.842,33
    -227,40 (-1,03%)
     
  • NIKKEI

    27.327,11
    -106,29 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.078,75
    +110,75 (+0,93%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5310
    -0,0160 (-0,29%)
     

CES 2023 | Intel Evo ganha suporte ao Unison e GPUs AMD e Nvidia

Com a chegada da 13ª geração de processadores Raptor Lake para notebooks, a Intel anunciou uma atualização para a lista de requerimentos da certificação Evo, o programa pelo qual determinados modelos de laptops entregam os melhores recursos e experiência da plataforma da gigante. Para esta versão, o programa recebeu melhorias de peso, com destaque para a expansão do Unison e a compatibilidade com GPUs dedicadas de outras companhias.

Como é costume, com exceção do uso de chips da 13ª geração Raptor Lake, a lista geral de requerimentos do Intel Evo foi mantida, tendo entre os principais o retorno instantâneo da suspensão, conectividade avançada com Wi-Fi 6E e portas Thunderbolt 4, bateria de longa duração com suporte a carregamento rápido e webcam Full HD integrada. Todos receberam aprimoramentos, mas há algumas novas funções que se destacam, começando pelas configurações de hardware.

A partir desta versão, a certificação Intel Evo também será fornecida a processadores da série Raptor Lake-H, de 45 W, normalmente vistos em notebooks mais robustos para games e produção de conteúdo. Por serem mais potentes, os chips da série H não costumam oferecer longa duração de bateria, mas a Intel parece confiante na 13ª geração, adicionando essa linha como uma das opções para o programa Evo.

A 4ª geração da certificação Intel Evo chega atualizada para a 13ª geração de processadores Raptor Lake recheada de novidades (Imagem: Intel)
A 4ª geração da certificação Intel Evo chega atualizada para a 13ª geração de processadores Raptor Lake recheada de novidades (Imagem: Intel)

Mais significante ainda é a expansão do suporte a GPUs dedicadas — se antes apenas soluções da família Intel Arc poderiam ser utilizadas, a 4ª geração do Intel Evo agora possibilita o uso de soluções das família AMD Radeon e Nvidia GeForce. Nesses dois pontos, das CPUs série H e dos gráficos dedicados, a companhia ressaltou que o selo Evo não deve ser empregado em máquinas gamer, mas sim laptops destinados a profissionais, que também costumam utilizar componentes mais potentes.

A outra grande novidade está na estreia do Intel Unison, a tecnologia de comunicação ininterrupta dos notebooks com celulares Android e iOS revelada em setembro. Com ela, utilizando um app dedicado, os usuários poderão ter acesso às ligações, mensagens, fotos e vídeos, bem como notificações em geral sem ser necessário tirar o telefone do bolso, aos moldes do que a Samsung já faz em parceria com a Microsoft. A diferença neste caso é que, segundo a Intel, mesmo as funções mais avançadas poderão ser feitas com o celular bloqueado.

O programa atualizado também recebeu atenção no departamento de conectividade: com o Advanced Connection Manager, dispositivos Evo trocam automaticamente para a rede de maior velocidade (via cabo, Wi-Fi ou 5G, nos modelos que tragam suporte à rede móvel) visando manter a estabilidade e responsividade para reduzir impactos nas aplicações em uso, e possibilitando o uso das três ao mesmo tempo para acelerar as taxas de download.

A lista de requerimentos foi atualizada com novidades como o Intel Unison, para comunicação com celulares, e o suporte a GPUs dedicadas de AMD e Nvidia (Imagem: Intel)
A lista de requerimentos foi atualizada com novidades como o Intel Unison, para comunicação com celulares, e o suporte a GPUs dedicadas de AMD e Nvidia (Imagem: Intel)

Para segurança, o selo recebeu a tecnologia Wi-Fi Proximity Sensor, que usa as ondas de rádio do Wi-Fi — solução mais acessível e barata que sensores dedicados — para detectar a presença do usuário e bloquear o dispositivo quando ele se afasta, ou despertar o aparelho quando ele se aproxima. Por fim, foi adicionada à lista de requerimentos o Bluetooth LE (Low Energy), com o inédito codec LC3.

Ambos proporcionam menor consumo de energia e taxas de transferência muito mais altas que o codec SBC, atual padrão da indústria, possibilitando a reprodução de áudio Hi-Fi de alta definição mesmo sem fio, além do uso do Auracast, tecnologia pela qual múltiplos dispositivos de áudio podem receber o mesmo sinal de som — imagine diferentes usuários ouvindo a mesma música, mas cada um utilizando seu próprio fone Bluetooth.

Intel expande acessórios Engineered for Evo

Na última atualização da certificação Evo, a Intel havia apresentado o programa complementar Engineered for Evo, pelo qual fabricantes de periféricos e acessórios estabelecem uma parceria com a gigante para desenvolver produtos que "atendam aos altos padrões do selo Intel Evo". Agora, com a chegada da 13ª geração, a companhia reforçou o compromisso com esse programa, anunciando novas marcas participantes e uma expansão dos dispositivos contemplados.

O programa de acessórios Engineered for Evo foi expandido com novas parceiras, incluindo Samsung, HyperX e Logitech, além de novos acessórios, como roteadores, mouses e teclados (Imagem: Intel)
O programa de acessórios Engineered for Evo foi expandido com novas parceiras, incluindo Samsung, HyperX e Logitech, além de novos acessórios, como roteadores, mouses e teclados (Imagem: Intel)

Quando foi anunciado, o Engineered for Evo cobria docks, monitores e armazenamento cuja conexão era feita via porta Thunderbolt, além de headsets Bluetooth. Com a atualização deste ano, passam a integrar a iniciativa mouses e teclados Bluetooth, e roteadores. Os acessórios certificados estão em produção e devem chegar ao longo de 2023, por empresas como Anker, ASUS, Dell, HP, HyperX, Jabra, Lenovo, LG, Logitech, Microsoft, Sabrent, Samsung, TP-Link e muitas outras.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: