Mercado fechará em 25 mins
  • BOVESPA

    119.694,41
    -941,98 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.116,77
    -378,64 (-0,83%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,54
    +0,56 (+1,06%)
     
  • OURO

    1.866,10
    +25,90 (+1,41%)
     
  • BTC-USD

    34.963,94
    +563,96 (+1,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    690,96
    -9,65 (-1,38%)
     
  • S&P500

    3.854,32
    +55,41 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    31.196,79
    +266,27 (+0,86%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    29.962,47
    +320,19 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.523,26
    -110,20 (-0,38%)
     
  • NASDAQ

    13.275,50
    +290,00 (+2,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4273
    -0,0713 (-1,10%)
     

CES 2021 | AMD apresenta Ryzen 5000 para notebooks com até 4,8 GHz

Wagner Wakka
·3 minuto de leitura

A AMD apresentou na CES 2021 a nova linha de CPUs da série 5000, voltada para noteboks. Os novos processadores já são desenvolvidos na arquitetura de Zen 3 (7 nm), anunciada em novembro do ano passado para desktops.

O primeiro modelo apresentado foi Ryzen 7 5800U, voltado para modelos de uso geral, principalmente com foco em edição de fotos, vídeo e modelagem 3D. A AMD informou que o modelo tem 8 núcleos, 16 threads e chega a 4,4 GHz em clock turbo, sendo voltado para modelo ultrafinos de laptops.

<em>Resultados do Ryzen 7 5800U em comparação ao Core i7-1185G7 (Foto: Divulgação/AMD)</em>
Resultados do Ryzen 7 5800U em comparação ao Core i7-1185G7 (Foto: Divulgação/AMD)

A empresa comparou o componente com o Core i7-1185G7 da Intel, resultando em 18% mais desempenho em conteúdos digitais e 39% em design e visualização. Outro destaque da AMD com o Ryzen 7 5800U foi a bateria, permitindo aparelhos com 17,5 horas de bateria em uso geral e 21 horas para vídeos.

Além desta CPU, a AMD também apresentou outros dois componentes da sua linha HX, agora com foco em games para laptops. O modelo conta também com arquitetura Zen 3, tem design de alta potência e permite overclocking.

Os dois componentes apresentados foram o AMD Ryzen 9 5900 HX e Ryzen 9 5980HX, este sendo o topo de linha. Ambos modelos contam com 8 núcleos e 16 threads, com 20 MB de cache L2+L3.

<em>Detalhes da linha HX serie 5000 da AMD (Foto: Divulgação/AMD)</em>
Detalhes da linha HX serie 5000 da AMD (Foto: Divulgação/AMD)

A principal diferença está em clock. O Ryzen 9 5900 HX alcança 4,6 GHz em boost, sendo que o Ryzen 9 5980 HX alcança até 4,8 GHz.

A principal diferença está no clock. O Ryzen 9 5900 HX alcança 4,6 GHz em boost, sendo que o Ryzen 9 5980HX alcança até 4,8 GHz.

A AMD mostrou, ainda, resultados de testes do Ryzen 9 5900 HX em comparação com o Core i9 - 10980HK. O componente da AMD teve resultados 13% melhores em testes single-thread, 35% melhores no geral, e 19% em física para games. Em um dos exemplos, a AMD revelou que é possível rodar Horizon: Zero Dawn acima dos 100 fps, com a melhor qualidade e em 1080p.

<em>Resultados de testes do Ryzen 9 5900HX (Foto: Divulgação/AMD)</em>
Resultados de testes do Ryzen 9 5900HX (Foto: Divulgação/AMD)

A expectativa da AMD é de que haja 150 aparelhos no mercado contando com processadores Série 5000. Os primeiros notebooks a conterem com estas CPUs devem chegar já em fevereiro.

Linha completa

Além dos três modelos revelados durante a apresentação, a AMD divulgou uma lista com todos componentes que farão parte de sua série 5000 para notebooks. No total, são cinco da linha H, com foco em games, e mais cinco para a linha U, com menor potência. Veja a lista completa de componentes e suas especificações:

<em>Transição da série 4000 para série 5000 da AMD (Foto: Divulgação/AMD)</em>
Transição da série 4000 para série 5000 da AMD (Foto: Divulgação/AMD)
<em>Arte: Wagner Wakka/Canaltech</em>
Arte: Wagner Wakka/Canaltech

Outros setores

A empresa também revelou alguns poucos detalhes sobre levar a arquitetura RDNA 2, voltada para seus componentes gráficos, também para notebooks. A empresa disse que vai lançar novos componentes com RDNA 2 em 2021, mas não ofereceu detalhes.

Na apresentação, só trouxe uma prévia de um componente RDN 2 rodando Dirt 5 em 1440p em um laptop gamer “AAA”. A expectativa é de que modelos para notebooks com RDNA 2 cheguem ao mercado ainda no primeiro semestre de 2021. Rumores apontam para o lançamento de Radeon RX 6700 ainda em março.

<em>Velocidades dos testes de previsão (Foto: Divulgação/AMD)</em>
Velocidades dos testes de previsão (Foto: Divulgação/AMD)

Além do setor gráfico, a fabricante também falou brevemente da sua linha Epyc, voltada para data centers. A AMD planeja o lançamento da sua 3ª geração Epyc com “o melhor desempenho por núcleo” do mercado.

O novo componente ganhou o nome de Milan e conta com 32 núcleos. Para mostrar as capacidades de processamento do Epyc, a AMD usou um teste chamado Wheather Research and Forecast (WRF), ferramenta de previsão do tempo que demanda de alta capacidade. Em comparação com o Intel Xeon Gold 6258R, o Epyc Milan foi 68% mais veloz.

A expectativa é de que esta nova geração seja lançada ainda em 2021.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: