Mercado fechado

CES 2020 | Google apresenta diversas novidades sobre o Google Assistente

Rafael Rodrigues da Silva

Nesta terça-feira (7), durante a CES 2020, o Google realizou uma apresentação especial sobre o Google Assistente, revelando algumas mudanças que a empresa está implementando para transformá-lo no melhor assistente virtual do mercado.

Uma dessas mudanças será no processo de leitura de conteúdos longos pelo Assistente, como reportagens ou até mesmo livros. A empresa utilizou todo o conhecimento adquirido sobre como a língua e as gramáticas dela evoluem naturalmente para repensar totalmente como funcionam os leitores de tela tradicionais, a fim de oferecer uma experiência de leitura que flua naturalmente até mesmo em textos mais longos.

Por isso, a Google está desenvolvendo um novo modo de leitura para o Assistente, que utiliza um banco de dados fonético bem diferente do padrão, permitindo assim que a leitura de textos mais longos não se torne cansativa para os ouvidos dos usuários. Além disso, com a nova função de leitura também possibilitará que o Assistente role a tela automaticamente (caso o texto seja longo demais para caber em uma única tela) e permitir que se faça o destaque de trechos a partir de comando de voz.

A empresa também anunciou que, a partir desta terça-feira (7), a função de tradução em tempo real do Assistente estará disponível para um número maior de dispositivos, e com a ajuda da Volara e da SONIFI a tecnologia está sendo expandida para novos hotéis, aeroportos e arenas esportivas ao redor do mundo.

Outra modificação é a introdução de uma função chamada “Ações Agendadas”, que permite que você use o Assistente para agendar quando ele deverá acionar outros dispositivos inteligentes da casa. Por exemplo: você pode usar essa função pedir para o Google Assistente acionar a sua cafeteira inteligente às seis da manhã, e o despertador do seu Google Nest às seis e quinze, garantindo assim que quando você acordar, já terá um café quentinho te esperando.

Por conta disso, o Google também anunciou que seu Assistente funcionará com um número maior de dispositivos inteligentes, que inclui a August Smart Locks, o Philips Hue HDMI Sync Box, os roteadores Telus Wi-Fi Hub, a lavadora de roupas GE Appliances Ultrafresh Front Load, o chuveiro MOEN, a câmera de vigilância externa D-Link Outdoor Wi-Fi Spotlight, o VIAROOM Smart, o Somfy TaHoma Hub, a Yeelight Staria Bedside Lamp Pro e o portão eletrônico para garagens MerossSmart’s.

Google Assistente poderá ser usado para criar lembretes em outros dispositivos da casa (Imagem: divulgação/Google)

Outra função interessante mostrada durante o evento é a possibilidade de usar o Google Assistente do seu smartphone para criar lembretes nas telas inteligentes da sua casa, permitindo assim deixar recados que serão facilmente vistos por qualquer pessoa da sua casa. Por exemplo, ao invés de usar o Assistente para criar um lembrete individual para que se leve o lixo pra fora antes das 17h, você pode usá-lo para que esse lembrete criado seja transmitido para um dispositivo inteligente de acesso de todos (como o Google Hub), possibilitando assim que outras pessoas da casa possam também estar cientes da tarefa que precisa ser feita.

Por último, o Google reservou uma boa parte de sua apresentação para falar sobre a questão da privacidade, que é um dos temas que a empresa mais tem se focado durante a CES. E a relação disto com o Google Assistente é que, agora, os usuários terão um maior controle sobre quais de seus dados são coletados e compartilhados com a empresa, e tudo isso através de comandos de voz, sem a necessidade de ficar navegando por milhares de menus de privacidade e segurança para descobrir como ativar ou desativar cada opção.

Certamente a mais interessante dessas opções de segurança é a possibilidade de apagar a última entrada do Assistente. Caso você esteja conversando com alguém e o Google Assistente reconheça alguma coisa naquela conversa como sendo um comando de ativação, você poderá falar que aquilo que ele escutou não era para ele e o Assistente irá deletar tudo o que escutou a partir do momento da ativação involuntária, evitando assim alguns problemas comuns, como o Assistente enviar para análise dos técnicos do Google conversas privadas que não eram direcionadas a ele.

A empresa também se mostrou bastante ambiciosa na expansão do Assistente para ainda mais dispositivos, e está implantando algumas mudanças no código do Assistente que tornará ele ainda mais simples de implantar em aparelhos inteligentes como TVs, alto-falantes, fones de ouvido e automóveis. Entre esses novos aparelhos, a empresa confirmou que todas as smart TVs que a Samsung irá lançar em 2020 serão compatíveis com o Google Assistente e poderão ser completamente controladas por comandos de voz, assim como os novos modelos de automóveis da Volvo e da BMW também já virão de fábrica com o Assistente instalado.

Por enquanto, o Google ainda não revelou quando essas novidades deverão chegar ao mercado, mas é possível que dentro dos próximos meses elas já estejam presentes em todos os aparelhos Android.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: