Mercado fechado

CES 2020 | AMD confirma que fotos do Xbox usadas em coletiva não eram oficiais

Wagner Wakka

A AMD confirmou que a imagem do novo Xbox apresentada em sua conferência na Consumer Electronic Show (CES) não era oficial. A empresa é responsável pelo processador e GPU que serão integrados ao novo console, motivo pelo qual citou a marca. Ela mostrou renderizações do aparelho, revelando uma suposta traseira, detalhes do controle e entradas do Xbox da próxima geração, mas oriundas de imagens de rumores.

Após repercussão dos vídeos, a AMD enviou o seguinte comunicado ao site The Verge: “As imagens do Xbox Series X usadas durante a coletiva de imprensa da AMD na CES não era da Microsoft e não representam de forma acurada o design nem as características do próximo console. Nós pegamos do TurboiSquid.com”.

Tal site é focado em fazer renderizações de aparelhos com base em informações de mercado, somente como uma proposta visual. Ou seja, nada realmente oficial.


Como a Microsoft ainda não mostrou como será a traseira nem as especificações do seu novo Xbox, a imagem se tornou uma revelação errônea. Os renders do Turbo Squid apresentam duas portas USB-C, uma entrada de rede além de outras duas portas HDMI na parte de trás. Tudo isso somente criado para dar mais veracidade ao render, sem nenhuma confirmação da Microsoft.

A AMD é responsável pela criação de um design personalizado de processador que une sua arquitetura Zen 2 com as placas Radeon. O chefe da divisão Xbox, Phil Spencer, também revelou uma foto do chip APU (unidade de processamento acelerado) que estará no console.

A novidade é que a peça traz estampada a marca 8K, indicando que a Microsoft pode adicionar esta resolução ao console, ao menos para consumo de conteúdos em vídeo. A Sony já confirmou esta possibilidade no PlayStation 5.

O novo Xbox foi apresentado no final do ano passado, durante a The Game Awards. Chamado somente de Xbox, ele ganha o acompanhamento de Series X para indicar que deve ter mais de um modelo.

Modelo oficial revelado pela Microsoft (Foto: Divulgação/Microsoft)

Rumores apontam que a Microsoft está trabalhando com dois modelos de console, um chamado Anaconda e outro Lockhart. O Anaconda seria uma versão mais potente, com tudo que o aparelho tem direito.

Já o Lockhart seria um modelo mais intermediário, provavelmente sem entrada de disco e que trabalharia com processamento me nuvem. Voltado, portanto, para o consumidor mais casual.

Em termos de especificações, serão os 8 núcelos de 3,5 Ghz, com 16 GB de memória RAM, 13 GB para jogos e 3 GB para o sistema operacional. Além disso, a Microsoft deve usar um sistema híbrido com processamento em nuvem e local. Ela já está testando o projeto chamado de XCloud, o qual usa a sua infraestrutura Azure para processar os games em nuvem.

O novo Xbox será lançado no final de 2020.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: