Mercado abrirá em 5 h 31 min
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,59
    +1,19 (+1,06%)
     
  • OURO

    1.810,40
    -8,50 (-0,47%)
     
  • BTC-USD

    29.805,48
    -551,55 (-1,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    669,17
    +426,49 (+175,74%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.506,67
    -11,68 (-0,16%)
     
  • HANG SENG

    20.582,12
    -20,40 (-0,10%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    12.481,50
    -78,75 (-0,63%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1983
    -0,0121 (-0,23%)
     

Cervejaria Backer é multada em R$ 5 milhões por contaminação

Simple stock beer on a dark background.
Cerveja contaminada matou 10 pessoas em 2020 (Getty Image)
  • Backer sofreu processo administrativo em 2020 após 10 mortes por contaminação

  • Além disso, cervejaria foi condenada a pagar a multa de R$ 5,09 milhões

  • Na época, foi realizada uma apreensão de produtos

Após dez casos de contaminação que resultaram em mortes, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) condenou a Cervejaria Backer a pagar uma multa de R$ 5,09 milhões, além da inutilização dos produtos apreendidos e interdição parcial do estabelecimento

Esse processo administrativo foi aberto em 2020, quando os casos de contaminação com dietilenoglicol foram descobertos. A fábrica da marca também foi interditada no mesmo mês da ocorrência.

Na época do ocorrido, a apreensão dos produtos realizada nas dependências do estabelecimento e no comércio em Minas Gerais contabilizaram um total de 79.481,34 litros de cerveja com presença dos contaminantes, de várias marcas e vários lotes. No total, eram 56.659 garrafas, que ofereciam riscos aos consumidores. Além disso, também foram recolhidos todos os produtos da marca do comércio.

O ministério diz que as infrações foram detectadas pela equipe de auditores fiscais federais agropecuários e as penalidades foram aplicadas. Uma das principais razões estabelecimento ter ampliado e remodelado a área de instalação industrial registrada, sem devida comunicação ao Mapa.

De acordo com o Mapa, a cervejaria deixou de atender intimações, como a de recolhimento de produtos, além de alterar a composição de cervejas sem a prévia comunicação, comercializando cerveja sem o devido registro.

Desde novembro de 2021 a Backer o processo do fluido refrigerante por solução hidroalcoólica, que contém água e álcool. O ministério tinha autorizado a retomada parcial da produção e comercialização da empresa no último mês. A liberação, que foi concedida para duas adegas no parque industrial da empresa, continua em vigor.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos