Mercado fechado

Cerveja pode ajudar a prevenir Alzheimer, revela estudo

Anteriormente, estudos chegaram a apontar que beber uma cerveja por dia pode diminuir tamanho do cérebro. No entanto, uma nova pesquisa publicada na revista científica ACS Chemical Neuroscience revela que um ingrediente da bebida pode ajudar a prevenir o Alzheimer.

Os pesquisadores relatam que produtos químicos extraídos de flores de lúpulo podem inibir a aglomeração de proteínas beta amiloides, associadas ao Alzheimer. As flores de lúpulo usadas para aromatizar cervejas têm sido exploradas como um dos potenciais nutracêuticos (alimentos que possuem algum tipo de função medicinal ou nutricional).

Para identificar esses compostos, os pesquisadores criaram e caracterizaram extratos de quatro variedades comuns de lúpulo usando um método semelhante ao usado no processo de fabricação de cerveja. Em testes, eles descobriram que os extratos tinham propriedades antioxidantes e poderiam impedir que as proteínas beta amilóides se aglutinassem nas células nervosas humanas.

Cerveja pode ajudar a prevenir Alzheimer, de acordo com novo estudo (Imagem: alexstand/envato)
Cerveja pode ajudar a prevenir Alzheimer, de acordo com novo estudo (Imagem: alexstand/envato)

O extrato de maior sucesso foi do lúpulo Tettnang, que promoveu processos capazes de permitir que o corpo elimine proteínas neurotóxicas. A equipe ainda testou a substância em uma espécie de verme e descobriu proteção relacionada ao Alzheimer.

Os pesquisadores dizem que, embora este trabalho não justifique beber cervejas mais amargas, mostra que os compostos de lúpulo podem servir de base para nutracêuticos que combatem o desenvolvimento de Alzheimer. A ideia agora é entender melhor essa relação.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: