Mercado fechará em 3 h 57 min
  • BOVESPA

    108.037,71
    +100,60 (+0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.595,59
    -295,00 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,05
    +0,74 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.852,60
    +10,90 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    36.356,20
    +2.659,25 (+7,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    826,46
    +5,87 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.292,06
    -118,07 (-2,68%)
     
  • DOW JONES

    33.595,02
    -769,48 (-2,24%)
     
  • FTSE

    7.343,36
    +46,21 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    24.243,61
    -412,85 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.079,00
    -422,00 (-2,91%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1960
    -0,0327 (-0,52%)
     

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

·2 min de leitura
Carteirinha do SUS
Pesquisa da Anab foi realizada com 1.006 usuários da saúde suplementar em todo o Brasil no mês de setembro

(Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

  • 40% dos clientes de planos de saúde usam o SUS

  • Vacinação é o serviço mais procurado

  • Para quem conta com a rede privada, a agilidade do atendimento é a característica mais valorizada

Uma pesquisa realizada pela Associação Nacional das Administradoras de Benefícios (Anab) mostrou que cerca de 40% dos clientes de planos de saúde utilizam o SUS, sendo a vacinação o serviço mais procurado (49,3%).

Das pessoas que contam com a rede privada, 19,7% recorrem à rede pública quando precisam de especialistas. Em seguida, vem emergências (11,8%), medicamentos (11,4%) e exames (5,5%).

Leia também:

“A procura dos clientes de planos de saúde pode estar relacionada de um lado à dificuldade de acesso. Em determinadas situações a UPA pode ser mais perto de que um serviço da rede credenciada e há quem não tem dinheiro nem para o ônibus. Outra questão é a disponibilidade do serviço”, explica Alessandro Acayaba de Toledo, presidente da Anab.

Para quem paga plano de saúde, a característica mais valorizada é a agilidade do atendimento (24,2%). Facilidade de autorização de procedimentos (15,4%), rede de hospital credenciada (14,4%), serviços oferecidos (11,1%) e rede de profissionais (10,9%) aparecem depois.

Ainda assim, metade não está disposta a pagar mais. Mais de 90% pretendem manter o contrato como está e cerca de 70% dizem não haver a menor chance de mudar de plano usando a portabilidade – que permite levar o período de carência cumprido para o novo contrato.

A pesquisa da Anab foi realizada com 1.006 usuários da saúde suplementar em todo o Brasil no mês de setembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos