Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,26
    +0,18 (+0,25%)
     
  • OURO

    1.776,80
    -6,60 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    33.613,73
    +1.236,58 (+3,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    800,68
    -9,51 (-1,17%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.817,07
    +507,31 (+1,79%)
     
  • NIKKEI

    28.874,89
    -9,24 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.278,25
    +15,25 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9293
    +0,0008 (+0,01%)
     

CEO nos EUA diz que diversidade é secundária em contratações

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O diretor-presidente da Snowflake, Frank Slootman, disse que a fabricante de software de dados em nuvem precisa se concentrar mais no mérito ao contratar e promover funcionários, em vez de metas de diversidade, mesmo quando toma medidas para aumentar as oportunidades para a força de trabalho.

“Na verdade, somos muito solidários com a diversidade, mas não queremos que isso anule o mérito. Se eu começar a fazer isso, começo a comprometer a missão da empresa literalmente”, disse Slootman na quinta-feira em entrevista à Bloomberg Television. Outros CEOs se sentem da mesma forma sobre a necessidade de alcançar uma abordagem mais “moderada” para a diversidade, disse Slootman, mas relutam em dizê-lo publicamente.

Seus comentários apontam para uma posição em desacordo com empresas nos Estados Unidos, onde líderes estão se mexendo - embora em velocidades variadas - para espelhar a nação. Os defensores da diversidade geralmente citam pesquisas como o estudo da consultoria McKinsey & Co., segundo o qual empresas com mais diversidade entre os líderes têm mais probabilidade de superar a rentabilidade daquelas que são menos diversificadas.

Slootman não forneceu detalhes sobre a força de trabalho da Snowflake, com sede em San Mateo, Califórnia, e que abriu o capital em setembro de 2020 na maior oferta pública inicial do ano nos EUA.

“Pela minha própria experiência, conversando com muitos CEOs em particular, temos a mesma opinião, só que publicamente acham difícil ser assim”, disse Slootman, de 62 anos. “Precisamos chegar a um lugar mais moderado e real. Realmente não há espaço para a histeria e a indignação. Somos CEOs, dirigimos empresas, temos que produzir resultados para nossos funcionários e parceiros, investidores e clientes. Não podemos nos distrair nessa missão.”

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos