Mercado abrirá em 1 h 59 min
  • BOVESPA

    115.062,54
    -1.118,01 (-0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,48
    -0,13 (-0,18%)
     
  • OURO

    1.779,70
    -15,10 (-0,84%)
     
  • BTC-USD

    47.808,78
    +228,28 (+0,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.230,80
    +33,59 (+2,81%)
     
  • S&P500

    4.480,70
    +37,65 (+0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.814,39
    +236,82 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.047,71
    +31,22 (+0,44%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.471,75
    -32,25 (-0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1446
    -0,0514 (-0,83%)
     

CEO da Nvidia acredita que escassez de placas RTX 3000 deve se estender por 2022

·3 minuto de leitura

Inúmeros fatores, incluindo a pandemia e uma explosão de demanda e da criptomineração, levaram todo o mercado de semicondutores a uma enorme crise, com escassez de componentes e aumentos significativos de preços de produtos que contem com chips em sua construção.

O cenário forçou empresas de determinados setores a pararem a produção, inclusive no Brasil, e gerou consequências como a criação de placas de vídeo dedicadas para criptomineração. As medidas começaram a ter um impacto positivo, ao menos em alguns setores, mas infelizmente não devem ser suficientes para solucionar o problema.

Pelo menos é o que acredita o co-fundador e CEO da Nvidia, Jensen Huang, que compartilhou previsões nada animadoras durante conferência para investidores realizada nesta quarta-feira (18).

GPUs RTX 3000 devem se manter escassas em 2022

O evento teve o intuito de mostrar os resultados alcançados pela empresa até o momento, bem como definir algumas projeções para os próximos trimestres. Segundo o executivo, a expectativa é que todos os segmentos da Nvidia tenham crescimento durante 2022, especialmente a divisão de games, que segue com alta demanda e ainda deve ver o inventário de revendedores se manter baixo no terceiro trimestre de 2021.

Segundo Jensen Huang, a demanda pela linha RTX 3000 segue muito alta, e a situação de estoques limitados deve persistir em 2022 (Imagem: Divulgação/Nvidia)
Segundo Jensen Huang, a demanda pela linha RTX 3000 segue muito alta, e a situação de estoques limitados deve persistir em 2022 (Imagem: Divulgação/Nvidia)

Huang revelou ainda que a demanda por GPUs RTX "é incrível", e que as placas baseadas na microarquitetura Ampere, como a linha RTX 3000, estão no caminho para fazer da arquitetura a mais vendida da história da empresa. Curiosamente, apesar das expectativas positivas, apenas 20% dos usuários de GPUs Nvidia até o momento estão na nova geração.

No entanto, o CEO disse que os novos projetos de expansão levaram a companhia a se comprometer com suprimento de longo termo, e que assim sendo, espera que os estoques devam se manter limitados pela maior parte do ano que vem. O cenário atual se mostra melhor do que o visto no início da crise, com uma queda gradual e singela dos preços, mas infelizmente há mudanças no mercado que podem se tornar uma ameaça para a estabilidade.

Criptomineração pode voltar a ser uma ameaça

Ainda que não haja garantias, a criptomineração pode voltar a assombrar as GPUs para games agora que um dos programas mais comuns de mineração, o NBMiner, conseguiu contornar os bloqueios impostos pela dona da linha GeForce em alguns dos modelos da família RTX 3000. Mesmo que o método não habilite o potencial de mineração dos chips por completo, é possível que mineradores enxerguem uma oportunidade.

Pensadas especificamente para criptomineração, as placas Nvidia CMP não venderam como o esperado (Imagem: Reprodução/MSI)
Pensadas especificamente para criptomineração, as placas Nvidia CMP não venderam como o esperado (Imagem: Reprodução/MSI)

Isso se soma com o resultado abaixo do esperado das placas Nvidia CMP, desenvolvidas com a criptomineração em mente — a receita da linha atingiu apenas US$ 266 milhões (cerca de R$ 1,4 bilhão, em conversão direta), em vez dos US$ 400 milhões (algo em torno de R$ 2,2 bilhões) projetados pela empresa. Resta aguardar para saber se há de fato riscos de vermos uma nova onda de escassez intensa acometer o mercado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos