Mercado fechará em 4 h 54 min

CEO da Cameo perde NFTs e criptomoedas após hack e pede ajuda

Dispositivo com Apple ID em destaque
Dispositivo com Apple ID em destaque

O CEO da Cameo, Steven Galanis, perdeu todos os seus NFTs e criptomoedas de sua carteira, após ter seu Apple ID hackeado. Alguns de seus colecionáveis digitais já foram vendidos e ele pede ajuda da comunidade para bloquear os itens.

A empresa Cameo é uma plataforma que permite aos clientes comprarem mensagens personalizadas de famosos. Brasileiros como Cid Moreira, cantor Latino, o jogador Neymar, entre pelo mundo como Chuck Norris, possuem conta nessa rede e compartilham mensagens personalizadas com fãs.

Nos últimos meses, várias pessoas pelo mundo passam por problemas em seus Apple ID, indicando uma situação perigosa e que todos que possuem essa solução configurada devem ter atenção.

CEO da Cameo alerta plataformas após ter todos os seus NFTs e criptomoedas roubados, Apple ID pode ter sido problema

Por meio de seu Twitter, o CEO do aplicativo Cameo Steven Galanis divulgou que perdeu todos os seus NFTs e criptomoedas. Ele tinha em seu portfólio US$ 9 mil em ApeCoin na data em que foi hackeado.

Além disso, um Bored Ape foi roubado de sua carteira, assim como 3 terrenos OthersideMeta, 1 Phanta Bear e mais 2 11 Captain’s Club.

De acordo com seu relato, tudo ocorreu após seu Apple ID ser hackeado, embora ele não tenha divulgado muitos detalhes sobre o ocorrido. O prejuízo com essa perda pode ser de cerca de R$ 1 milhão, visto que apenas seu Bored Ape foi vendido por 77 Ethers (R$ 710 mil).

Após relatar o problema publicamente, a conta do executivo na OpenSea, Mr312, foi marcada como envolvida em atividades suspeitas.

Como o empresário perdeu tudo? Problema pode ser conhecido

Há alguns meses a comunidade de criptomoedas tem alertado para um problema com esquemas e golpes contra pessoas que têm essas moedas e colecionáveis.

E um dos alertas foi feito para usuários de dispositivos Apple, que ao configurar uma carteira MetaMask, podem estar criando uma cópia de segurança da seed sem o conhecimento dos clientes.

O caso veio a público após um usuário da MetaMask perder R$ 3 milhões, após ter seu dispositivo Apple hackeado, uma situação similar a ocorrida com o CEO da Cameo.

Na ocasião, a própria MetaMask pediu aos seus clientes que desabilitassem essa opção em seus dispositivos, para evitarem serem vítimas da fraude de backup não solicitado da chave que dá acesso à carteira.

Não está claro se esse foi o problema do executivo, mas fato é que mais uma fraude ocorreu no mercado nos últimos dias contra colecionadores de NFTs pelo mundo.

Fonte: Livecoins