Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.199,76
    -1.164,89 (-5,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

CEO da Apple, Tim Cook ganha R$ 557 milhões em 2021

·2 min de leitura
Uma declaração de procuração apresentada pela Apple na quinta-feira (6) revelou exatamente quanto alguém pode ganhar depois de dez anos dirigindo a empresa mais valiosa e mais lucrativa do mundo, e para Tim Cook, esse número é de US$ 98,7 milhões (R$ 557 milhões). (REUTERS/Mario Anzuoni) (REUTERS)
  • Tim Cook receberá o valor de R$ 557 milhões em 2021, 550% a mais do que em 2020

  • Apple alcançou valor de mercado de R$ 18 trilhões, uma marca recorde

  • Cook adquiriu de US$ 750 milhões (R$ 4,2 bilhões) em ações nos últimos 10 anos

Uma declaração de procuração apresentada pela Apple na quinta-feira (6) revelou exatamente quanto alguém pode ganhar depois de dez anos dirigindo a empresa mais valiosa e mais lucrativa do mundo, e para Tim Cook, esse número é de US$ 98,7 milhões (R$ 557 milhões).

Leia mais

Embora seu salário base tenha ficado em US$ 3 milhões (R$ 16,94 milhões), mais US$ 12 milhões (R$ 68 milhões) em incentivos, US$ 82 milhões (R$ 463 milhões) em prêmios de ações e o dinheiro gasto para cobrir itens como segurança e voos privados - desde 2017, a Apple não permite que seu CEO faça voos comerciais – a soma toda chega perto da marca de US$ 100 milhões (R$ 565 milhões).

Isso é mais de seis vezes o seu salário de US$ 14 milhões (R$ 79 milhões) em 2020, e conforme observado pela MacRumors, e não inclui mais de US$ 750 milhões (R$ 4,2 bilhões) em ações adquiridas este ano como a parte final de um pacote de dez anos que Cook recebeu quando assumiu o companhia.

Os termos desse pacote mudaram em 2013, quando o desempenho das ações caiu, o que a Apple diz que aconteceu a pedido de Cook, colocando parte da concessão em risco se não retornasse dinheiro suficiente para os acionistas. E, como observamos, recapitulando uma década da Apple sob a liderança de Tim Cook, todos nós sabemos o que aconteceu a seguir.

Apple alcançou valor de mercado de R$ 18 trilhões

Em agosto, quando escrevemos aquela recapitulação da década, a Apple ainda estava se aproximando de um valor de mercado de US$ 2,5 trilhões (R$ 14 trilhões) e, desde então, ultrapassou os US$ 3 trilhões (R$ 18,63 trilhões) (não importa quão brevemente). Nem todos foram tempos felizes, no entanto.

Nos últimos anos, os funcionários da Apple se abriram como nunca sobre os problemas de sua cultura interna, incluindo a pressão para retornar ao escritório e pagar transparência, entre muitas outras coisas.

Um processo como esse, é claro, é transparente por natureza para Cook, bem como para outros membros do conselho de administração e da equipe executiva. A Apple observa em seu próprio documento que depois de reunir "salário base, bônus, comissões e valor justo da data de concessão dos prêmios de ações concedidos a funcionários em 2021 como nossa medida de compensação aplicada de forma consistente" para descobrir o pagamento de seu funcionário mediano, eles receberam US$ 68.254 (R$ 385 mil), criando uma proporção de compensação de 1.447 para 1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos