Mercado fechado

Centeno diz que deixará cargo de presidente do Eurogrupo

BRUXELAS (Reuters) - O presidente do grupo de ministros de Finanças da zona do euro, o português Mario Centeno, afirmou nesta terça-feira que não buscará um segundo mandato de dois anos e meio à frente da entidade econômica mais poderosa da zona do euro, e renunciará em 13 de julho.

Centeno, que também deixará o cargo de ministro das Finanças de Portugal, afirmou no Twitter que iniciará o processo de escolha de seu sucessor na próxima quinta-feira. O novo presidente do Eurogrupo será escolhido em 9 de julho.

"Meu mandato como presidente do Eurogrupo acabará em 13 de julho de 2020. Na quinta-feira, informarei meus colegas do Eurogrupo de minha decisão de não buscar um segundo mandato, e até 15 de julho deixarei o cargo de ministro das Finanças de Portugal", disse Centeno.

(Reportagem de Jan Strupczewski)