Mercado abrirá em 8 h 24 min
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,21 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.775,20
    +29,20 (+1,67%)
     
  • BTC-USD

    17.157,46
    +230,05 (+1,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    406,75
    +6,06 (+1,51%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.573,05
    +61,05 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    18.794,99
    +197,76 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    28.281,04
    +312,05 (+1,12%)
     
  • NASDAQ

    12.039,50
    -2,75 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4081
    +0,0116 (+0,21%)
     

Censo 2022: Não responder ao IBGE pode render multa de R$ 12 mil

Em agosto, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) iniciou o Censo Demográfico 2022, levantamento sobre o perfil e densidade populacional do país (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Em agosto, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) iniciou o Censo Demográfico 2022, levantamento sobre o perfil e densidade populacional do país (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Não participar do Censo pode render multa de até dez salários-mínimos;

  • Responder ao IBGE é uma obrigação legal, conforme apontado pela Lei nº 5.534, de 14 de novembro de 1968;

  • É possível responder à pesquisa por telefone ou pela internet.

Em agosto, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) iniciou o Censo Demográfico 2022, levantamento sobre o perfil e densidade populacional do país. Como a última pesquisa foi realizada em 2010, é comum surgirem diversas dúvidas sobre o papel de cada cidadão na pesquisa.

No entanto, informações do portal g1 apontaram que os recenseadores estão tendo dificuldades com moradores de algumas regiões do país. Um deles é a Av. Beira Mar, ponto turístico de Recife, onde os profissionais do IBGE sequer conseguem passar pelas portarias dos condomínios de luxo do bairro.

O que muitos brasileiros não sabem é que responder ao IBGE é uma obrigação legal, conforme apontado pela Lei nº 5.534, de 14 de novembro de 1968. “Toda pessoa natural ou jurídica de direito público ou de direito privado que esteja sob a jurisdição da lei brasileira é obrigada a prestar as informações solicitadas pelo IBGE”.

Quem se recusar a prestar as informações solicitadas ou mentir nas respostas está sujeito a pagar multa de até dez vezes o valor do salário-mínimo, se for infrator primário; se reincidente, pode ser cobrado até o dobro desse valor. Caso o cidadão informe os dados dentro do prazo fixado no auto da infração, consegue escapar da cobrança. Mas mesmo que o valor seja desembolsado, a pessoa continua sendo obrigada a participar do levantamento.

Participação online

Muitas pessoas alegam não receber o pesquisador do IBGE por medo de falsos profissionais ou até mesmo porque querem evitar contato com desconhecidos em uma época de pandemia. Para esses casos, é possível responder à pesquisa por telefone ou pela internet.

Para ter essa opção, é preciso solicitar diretamente ao recenseador, que entregará um ticket com validade de sete dias para a sua participação via internet. É possível ainda enviar as respostas também pelo site oficial ou por telefone, no número 0800 721 8181.