Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.384,58
    -77,87 (-0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Censo 2022: IBGE atrasa pagamento de 44 mil recenseadores

Censo 2022: Número de recenseadores com pagamento atrasado equivale a quase um terço dos profissionais treinados (Getty Images)
Censo 2022: Número de recenseadores com pagamento atrasado equivale a quase um terço dos profissionais treinados

(Getty Images)

  • IBGE atrasa pagamentos de 44 mil recenseadores;

  • Órgão disse que lentidão foi provocada pelo grande volume de dados processados em pouco tempo;

  • Previsão é de que as quantias sejam liberadas nesta semana.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) assumiu ter atrasado o pagamento de 44 mil recenseadores que atuam no Censo Demográfico 2022. O comunicado foi divulgado na última sexta-feira (5), na página do Instagram do órgão.

Após pedir desculpas pelo transtorno, o IBGE justificou a lentidão devido ao “grande volume de dados pessoais dos recenseadores cadastrados no sistema e processados em curto espaço de tempo”. O texto aponta que, dos 158 mil profissionais treinados, mais de 113 mil já receberam o pagamento, faltando cerca de 28%.

“Agiram como amadores! Parece que nunca fizeram 1 censo! Vergonhoso”, criticou um internauta. A publicação recebeu mais de 1,2 mil comentários; além dos que estão indignados com a situação, há quem esteja otimista com os pagamentos e quem afirma já ter recebido.

O órgão não especificou quantos dias o depósito está atrasado, mas os treinamentos ocorreram entre 18 e 22 de julho, segundo edital. Quem foi selecionado para visitar indígenas e quilombolas teve um dia a mais de capacitação. Cada pessoa que atua em municípios com mais de 100 mil habitantes tem direito a receber R$ 200. Nas demais cidades, o valor cai pela metade.

No comunicado, o IBGE destaca que os pagamentos serão quitados nesta semana, a partir desta segunda-feira (8) e ressalta que “após essa etapa de cadastramento, não haverá mais atrasos ocasionados por esse motivo”.

Censo 2022

Iniciado no dia 1º de agosto, o levantamento tem como objetivo traçar o perfil e densidade populacional do Brasil. Conforme a Lei n° 5.534, de 14 de novembro de 1968, a participação é obrigatória, sendo que quem se recusar a prestar as informações solicitadas ou mentir está sujeito a pagar multa de até dez vezes o valor do salário mínimo. Em caso de reincidência, pode ser cobrado o dobro do valor.

Vale destacar que é garantido por lei o sigilo a todas as informações prestadas. Os dados são usados apenas para fins estatísticos, não podendo servir como prova em processo administrativo, fiscal e judicial, ou para qualquer outra finalidade. Para responder às perguntas dos recenseadores, basta ser morador do domicílio investigado e ter mais de 12 anos de idade. É necessário informar nome, telefone, e-mail e CPF.

Os profissionais estarão sempre uniformizados com o colete do IBGE, boné do Censo, crachá de identificação e o Dispositivo Móvel de Coleta (DMC). É possível confirmar a identidade do agente do IBGE no site Respondendo ao IBGE (respondendo.ibge.gov.br) ou pelo telefone 0800 721 8181.