Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.145,39
    +268,11 (+0,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Ceni volta a comandar o Flamengo após três semanas e tem desafio de manter a boa fase contra o Bragantino

·1 minuto de leitura

Rogério Ceni volta a comandar o Flamengo na beira do campo quase três semanas depois de se ausentar por ter testado positivo para Covid-19. O técnico estará no Maracanã para acompanhar o time de perto contra o Red Bull Bragantino, às 21h, em jogo válido pelo Brasileirão.

O retorno às atividades se deu na última quinta-feira, em treinamento no Ninho do Urubu. A última partida da equipe sob seu comando havia sido contra o Palmeiras, no dia 30 de maio. De lá para cá, o time foi treinado pelo técnico do sub-20, Maurício Souza, e obteve três vitórias, contra coritiba, América-Mg e Coritiba. Além desses três jogos sem levar gols, o Flamengo já estava sem ser vazado contra o Palmeiras e o Vélez da Argentina.

O desafio de Ceni em seu retorno é justamente manter a boa fase da equipe, mesmo com os desfalques convocados para a disputa da Copa América.

"Temos tentado nos sustentar sem os jogadores de seleçao presentes", apontou Ceni.

O treinador, que comandou tudo à distância no período em que estava ausente, ainda poupou o lateral-esquerdo Filipe Luis no último jogo, e terá o veterano de volta. Pedro, que também se reapresentou após se recuperar de Covid-19, fica fora para aprimorar a parte física e volta contra o Fortaleza.

Em entrevista à Fla TV, o treinador falou um pouco sobre o trabalho no tempo afastado, focado especialmente em ajustar a defesa.

“Eu analiso o treinamento, posso ver o treinamento. Mas aqueles dez dias (sem jogos) de preparação foram importantes. Trabalhamos o setor defensivo. Eu gastei muito mais tempo explicando aos jogadores (de casa) quando eu fico pessoalmente", explicou Rogério Ceni, contando o seu “home office".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos