Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.927,79
    +1.397,79 (+1,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.744,92
    -185,48 (-0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,27
    +2,15 (+2,62%)
     
  • OURO

    1.816,50
    -4,90 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    43.094,41
    -229,31 (-0,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.037,76
    +12,03 (+1,17%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.542,95
    -20,90 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    24.383,32
    -46,45 (-0,19%)
     
  • NIKKEI

    28.124,28
    -364,82 (-1,28%)
     
  • NASDAQ

    15.595,75
    +105,50 (+0,68%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3174
    -0,0154 (-0,24%)
     

Cenário para ativos da Rússia é incerto após ganhos em 2021

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- O desempenho da Rússia nos últimos 12 meses tornou o país um dos preferidos de investidores de mercados emergentes.

Most Read from Bloomberg

Mas, com a chegada de 2022, as dezenas de milhares de soldados russos concentrados perto da fronteira com a Ucrânia geram cautela entre os que apostam em ativos da Rússia.

Apesar de todos os ganhos nos últimos 12 meses, uma invasão militar da Ucrânia transformaria a narrativa imediatamente, dizem analistas. Sanções sem precedentes dos Estados Unidos e da Europa deixariam a Rússia inacessível para muitos investidores. Com isso, os benefícios da valorização dos preços das commodities, reservas internacionais recordes e aperto monetário do banco central se tornariam praticamente irrelevantes.

“Se invadir a Ucrânia, a Rússia desaparecerá como classe de ativos”, disse Elena Loven, gestora de fundos do Swedbank Robur Fonder, em Estocolmo, que administra mais de 1 bilhão de euros (US$ 1,13 bilhão) em ativos, com a maior parte investida na Rússia. “Sanções serão impostas e será impossível saber o que se pode e o que não se pode fazer. Em algum momento, seria impossível investir na Rússia.”

Enquanto a maioria das moedas de mercados emergentes perdeu terreno em relação ao fortalecimento do dólar em 2021, o rublo resistiu e é negociado com pouca variação na comparação anual. É uma história semelhante para os títulos em moeda local e em dólar, que registram perdas, mas ainda assim superam o desempenho médio entre pares da Rússia. Já o índice acionário de referência MOEX subiu 14% em rublos.

Embora o Kremlin insista que não tem intenção de invadir a Ucrânia, a tensão com EUA e Europa não era tão alta desde o impasse na Crimeia em 2014. Analistas dizem que as sanções impostas na época não teriam comparação com as atualmente avaliadas pelos governos de Washington e Bruxelas, que incluem limites mais rigorosos para bancos russos e exclusão das principais redes de transações internacionais, como a SWIFT.

Apesar da escalada da tensão, a maioria dos investidores não acredita que o conflito irá se concretizar, e quaisquer sinais de alívio significativo e duradouro seriam motivo para um rali. O presidente dos EUA, Joe Biden, planeja conversar por telefone com o líder russo, Vladimir Putin, nesta quinta-feira.

O banco central da Rússia tem sido um dos mais agressivos entre mercados emergentes neste ano. Autoridades monetárias lideradas por Elvira Nabiullina elevaram a taxa básica do país em 425 pontos-base, para 8,5%, e sinalizaram que novos aumentos podem ocorrer para frear os preços ao consumidor. A inflação gira em torno de 8%, o dobro da meta do banco central, que deve começar a desacelerar o aperto monetário em 2022.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos