Cenário externo pesa e Bovespa volta aos 58 mil pontos

A reeleição do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, trouxe à tona, mais uma vez, a questão do abismo fiscal nos Estados Unidos e mudou o humor dos investidores que, na véspera, levaram a Bovespa para perto dos 60 mil pontos. Nesta quarta-feira, o cenário externo pesou e trouxe o índice paulista de volta para os 58 mil pontos. A forte queda dos papéis de Petrobras, Vale e siderúrgicas contribuiu para o recuo da Bolsa.

O Ibovespa encerrou com declínio de 1,58%, aos 58.517,35 pontos. O ganho no mês e no ano diminuiu para 2,54% e 3,11%, respectivamente. Na mínima, o índice atingiu 58.274 pontos (-1,99%) e, na máxima, ficou estável, aos 59.460 pontos. O giro financeiro somou R$ 6,063 bilhões. Os dados são preliminares.

O gerente de mesa de renda variável da corretora H.Commcor, Ari Santos, ressaltou que esta questão fiscal e as dúvidas sobre a Europa e a Grécia não são novidades. "Não há nada de novo, todas essas questões faz tempo que estão rolando", disse, acrescentando que "o mercado sempre procura um pretexto para dar liquidez e, hoje, foi o Obama".

As dúvidas sobre o futuro fiscal dos EUA decorrem de o presidente Obama não ter totalidade na Câmara e no Senado para aprovar as medidas necessárias para que o país não entre novamente em recessão. Na próxima semana, os representantes das duas Casas voltam do recesso e Obama terá que convencê-los a votar um total de cortes de US$ 600 bilhões, que entrará em vigor em janeiro de 2013.

As ações de Petrobras, Vale e siderúrgicas acompanharam a performance negativa das commodities e terminaram em queda. O papel ON da petroleira caiu 2,45% e o PN cedeu 2,31%.

Vale ON e PNA caíram 1,05% cada. Entre as siderúrgicas, Usiminas PNA recuou 1,55%, Gerdau PN teve desvalorização de 2,61%, Gerdau Metalúrgica PN caiu 2,85% e Siderúrgica Nacional ON perdeu 3,63%. A última figurou entre os destaques de queda do Ibovespa.

MMX ON liderou as perdas do Ibovespa (-5,10%). A empresa divulga balanço após o fechamento dos mercados.

Em Nova York, às 17h18 (horário de Brasília), o índice Dow Jones perdia 2,03%, o S&P 500 recuava 2,02% e o Nasdaq caía 2,25%.

Carregando...