Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,47 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,20 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,52
    -0,19 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.783,10
    -22,40 (-1,24%)
     
  • BTC-USD

    18.133,50
    +365,44 (+2,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,87 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,28 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,41 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.273,25
    +121,00 (+1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3929
    +0,0530 (+0,84%)
     

Cemig deseja prorrogar concessões de 2 hidrelétricas fora do regime de cotas

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica mineira Cemig tem interesse em prorrogar as concessões das usinas hidrelétricas Emborcação e Nova Ponte pelo regime de produção independente, fora do regime de cotas, disse a empresa em comunicado nesta segunda-feira.

De acordo com a companhia, a declaração de interesse foi protocolada pela subsidiária de geração e transmissão Cemig GT na última sexta-feira, visando assegurar o direito "à eventual prorrogação dos contratos de concessão sob novas condições, ainda pendentes de definição".

A Cemig GT possui as concessões de ambas as usinas até 23 de julho de 2025. A hidrelétrica Emborcação está localizada no rio Paranaíba e possui potência instalada de 1.192 megawatts (MW), enquanto a usina Nova Ponte fica no rio Araguari e conta com potência instalada de 510 MW.

"Esta manifestação de interesse não suspenderá a análise de outras alternativas legais para prorrogação das concessões vincendas, em avaliação pela companhia", disse a Cemig no comunicado, acrescentando que uma decisão dependerá das condições apresentadas pelo Ministério de Minas e Energia e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para a prorrogação, bem como da aprovação dos órgãos de governança da empresa.

(Por Gabriel Araujo)