Celulares: Brasil tem alta de 0,17% em novas linhas e atinge 259,29 mi

SÃO PAULO – O Brasil apresentou crescimento de 0,17% nas novas linhas de telefonia móvel em outubro, segundo dados divulgados nesta terça-feira (20) pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

O número representa mais de 436 mil novas adesõe, em relação ao mês anterior, chegando um total de 259,29 milhões de acessos de celulares.

Teledensidade
No geral, do total de acessos, 80,94% são pré-pagos, o que totaliza mais de 209,88 milhões. O restante (49,41 milhões) é de números pós-pagos. Agora, a cada 100 brasileiros, 131,70 têm um número de celular, ou seja, há mais de uma linha para cada habitante.

Na análise das regiões, o Nordeste tem a menor teledensidade, ao registrar 114,87 acessos para cada 100 habitantes.

Já o Centro-Oeste foi o que apresentou o maior número de linhas a cada 100 habitantes (156,79), sendo que a região totaliza 22,7 milhões de acessos.

O Sudeste vem em seguida, com 140,70 acessos a cada 100 habitantes, lembrando que a região tem pouco mais de 115,8 milhões de linhas. Na região Sul, a teledensidade foi de 132,44 linhas e, no Norte, de 119,76.

Ainda de acordo com a Anatel, em outubro, apenas o estado do Maranhão não ultrapassou o índice de um acesso por habitante. Por outro lado, o Distrito Federal superou o número de duas linhas para cada habitante, sendo hoje a única unidade da federação a registrar essa marca.

Operadoras
Quanto à participação das operadoras no mercado de telefonia móvel, a Vivo continua liderando, com 29,42% do total de acessos, chegando a 76,279 milhões de linhas em outubro. Em segundo lugar, aparece a TIM, com 26,79% do mercado ou 69,460 milhões de números.

No ranking ainda estão Claro e Oi, com 24,65% e 18,83% de participação, respectivamente. A Claro detém 63,919 milhões de linhas, ao passo que a Oi tem 48,833 milhões de acessos. CTBC e Sercomtel detêm 0,28% e 0,03% do mercado de telefonia móvel, nesta ordem.

Considerando a tecnologia adotada, a maioria (74,53%) é GSM.

 

Acompanhe as cotações de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa 

http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-imobiliarios/cotacoes

Carregando...