Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.131,73 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,63 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    37.707,93
    +1.602,08 (+4,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,26 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +77,00 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,08 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    +0,0791 (+1,25%)
     

Celulares Android poderão enviar e receber apps sem conexão à internet

Rubens Eishima
·1 minuto de leitura

O Google anunciou um novo recurso para o Android que permitirá usar o sistema de “Compartilhar por proximidade” para apps da Play Store. A novidade ativa o envio e recebimento de aplicativos no celular sem estar conectado à internet — seja por 4G/5G ou Wi-Fi —, estabelecendo uma conexão de rede direta entre os aparelhos.

O sistema funcionará a partir da própria loja de aplicativos. A tela “Meus apps e jogos” receberá uma nova opção “Compartilhar apps” que, ao ser ativada, permitirá selecionar os aplicativos para envio.

O destinatário precisa estar com o modo de recepção ativado para baixar os aplicativos. O que geralmente é acionado a partir dos atalhos de configuração do sistema, com a opção "Compartilhar por proximidade" (Nearby Share, em inglês)

Recurso economiza a franquia de dados do celular (Imagem: divulgação/Google)
Recurso economiza a franquia de dados do celular (Imagem: divulgação/Google)

Com a nova ferramenta, o usuário poderá economizar consideravelmente a franquia de dados caso precise de um aplicativo não instalado no celular — desde que algum amigo por perto o tenha instalado, claro. O sistema não deve ajudar tanto no caso de alguns apps que exigem o download posterior de dados, por exemplo alguns jogos, mas pode ser útil em locais com cobertura deficiente de operadoras móveis.

Segundo o Google, a novidade deve ser distribuída “nas próximas semanas”, provavelmente com alguma atualização futura do Google Play Services.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: